Home União Europeia Boris Johnson perdeu nos tribunais a saída abrupta

Boris Johnson perdeu nos tribunais a saída abrupta

por Joffre Justino

Os magistrados británicos decidiram  que o Parlamento deve iniciar sessões quanto antes, pois a suspensão das actividades tentada por Boris Johnson não fora legal.

Esta decisão do orgão judicial máximo  britânico foi  unânime, e chama os parlamentares a iniciarem as suas atividades imediatamente. 

Os 11 magistrados do Tribunal Supremo determinaram que o objetivo da suspensão foi  “frustrar o prevenir a possibilidade do Parlamento exercer as suas funções constitucionais  sem uma justificação razoável”

A juíza Brenda Hale foi a  encarregada de dar  conhecimento público do  despacho judicial. 

Neste cenário o processo Brexit ganha novas e mais pacatas possibilidades reduzindo os impactos negativos de uma saída abrupta da UE 

Joffre Justino 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.