Home Educação e Formação Professores e a maior falha do ministerio ( foram todos iguais)

Professores e a maior falha do ministerio ( foram todos iguais)

por Joffre Justino

O ministerio da educação  colocou hoje nas escolas publicas para o próximo ano letivo perto de 24 mil professores com 13 mil deles somente ( pouco mais de metade), no mesmo estabelecimento em que estavam no ano anterior, mantendo esta tradição de forte instabilidade nas escolas, e sobretudo entre os professores 

Entretanto um comunicado do Ministério da Educação, divulga que cerca de 300 professores ficaram sem horário atribuído, mas terão prioridade nas “reservas de recrutamento” numero que o Governo diz que representam “um valor significativamente baixo quando comparado com anos anteriores”.

As listas de colocação hoje publicadas referem-se à colocação de docentes de quadro, bem como à colocação inicial de professores contratados.

“Na mobilidade interna foram distribuídos mais de 1.700 horários completos e cerca de 400 horários incompletos. Todos os restantes cerca de 13 mil docentes mantiveram a colocação nas escolas onde estiveram no ano letivo anterior”, refere o comunicado do Ministério da Educação.

As listas de colocação são conhecidas hoje, cerca de um mês antes do início do ano letivo mas há que assumir que ainda não se entende tão significativa rotação de professores 

Joffre Justino 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.