Home Nacional Gaffes e infelicidades de Antonio Costa

Gaffes e infelicidades de Antonio Costa

por Joffre Justino

Gaffes e infelicidades de Antonio Costa 

Acontece aos melhores mas dizer que “Privilégio que só acontece “de 4 em 4 anos”” é mesmo uma gafe “presidencialista” a criticar a António Costa, pois dizer que as eleições presidenciais acontecem só ” de quatro em quatro anos” quando são de 5 em 5 anos é de primeira! 

E, segundo a TSF, brincou, dizendo que lhe calhou a secção de voto n.º13, “o número do azar”, pelo que teve azar e ficou muito tempo à espera na fila – cerca de 30 minutos.

“Muitos lutaram para instalar a república, muitos lutaram pelo direito ao voto para escolher o Presidente da República”, pelo que “é nosso dever participar” nestas eleições, defendeu António Costa que defendeu que as normas de segurança estão a ser asseguradas ( e na area de voto onde votei era mesmo verdade) e que tudo foi feito para que as pessoas possam exercer o direito ao voto.

À defesa. o primeiro-ministro entende  que, a abstenção não pode ser comparada à de outras eleições, visto existirem muitos portugueses em isolamento, outros com receio de se deslocarem às urnas, e devido ao recenseamento automático dos portugueses no estrangeiro e por isso entende que a legitimidade do Presidente eleito não sairá diminuída com a abstenção, o que sai diminuída é a representação dos portugueses. 

“Se não escolhemos [o Presidente], depois não nos podemos queixar”, declarou numa segunda no mínimo infelicidade grave! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.