Home Direitos e Deveres Agora despede-se toda a gente, Duarte Marques?

Agora despede-se toda a gente, Duarte Marques?

por Joffre Justino

O PSD na sua nova passista/ riona  linha avançou com o exigir ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, dada a morte de Ihor Homenyuk que faça imediatamente “mudanças estruturais” no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ou, se não o fizer deve demitir-se do Governo.

Desta feita é o deputado Duarte Marques em nome do Grupo Parlamentar do PSD a dar uma reação perante o comportamento da estrutura diretiva do SEF ao caso da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa, onde já foram acusados três inspetores deste serviço de segurança.

Na verdade e como a equipa do Estrategizando conviveu anos a fio com jovens imigrantes estudantes há que tornar claro que há pelo menos 30 anos que as queixas face aos SEF sao enormes e sistemáticas.

À Lusa, Duarte Marques afirma que o PSD “encara com preocupação” a situação atual no SEF, como se fosse caso novo os maus tratos dados aos imigrantes naqueles serviços!

“Está em causa a falta de ação e a falta de decisões por parte do ministro da Administração Interna para fazer mudança estruturais” neste serviço de segurança “e para remover imediatamente uma direção que tem acumulada problemas, contradições e situações que envergonham aqueles que prezam o Estado de Direito e o respeito pelos Direitos Humanos”, acusa o antigo líder da JSD e deputado eleito pelo círculo de Santarém ficando a duvida do que ficaria dos SEF se houvesse a possibilidade de realizar iniciativas de reforma nesta estrutura!

E na verdade preferimos a solução da AI – formar formar formar os elementos dos SEF que aliás acrescentamos nós deveriam entre os formadores existir ativistas dos Direitos Humanos e de Defesa dos Direitos dos Imigrantes! 

No plano político, em vez de medidas Duarte Marques avança com o fácil que é , “ao não remover a direção do SEF, ao não tomar medidas urgentes, é o próprio ministro que deve pedir a sua substituição”, simples não? Deixar nos SEF tudo na mesma e mudar o

Ministro! 

Após a morte de Ihor Homenyuk, o ministro da Administração Interna determinou a instauração de processos disciplinares ao diretor e subdiretor de Fronteiras de Lisboa, ao Coordenador do EECIT do aeroporto e aos três inspetores do SEF, entretanto acusados pelo Ministério Público, bem como a abertura de um inquérito à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI).

Na sequência deste inquérito, a IGAI instaurou oito processos disciplinares a elementos do SEF e implicou 12 inspetores deste serviço de segurança na morte do ucraniano.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.