Home Opinião Liberdade para Julian Assange!

Liberdade para Julian Assange!

Movimento Internacional de Responsabilidade e Ação

Header Advertise

MENU DIREITOSINTERNACIONALRESISTÊNCIA

As vozes começam a ser ouvidas em favor de Julian Assange, das liberdades de imprensa e de expressão!

POR ROSANE SANTIAGO CORDEIRO 

As vezes o silêncio dói. Imagino o silêncio das 23 horas por dia com o qual o jornalista Julian Assange convive na prisão de Belmarsh, em Londres. Dizem que ele gosta muito de conversa, de tagarelar, de ouvir… 

Espero que Assange escute as vozes que estão se levantando em favor dele pelo mundo e consiga ver que as pessoas começam a perceber o perigo para muitos se essa extradição ocorrer. Explicando, depois desse caso qualquer jornalista que cubra segurança nacional ou faça um trabalho investigativo no Reino Unido, EUA ou em qualquer outro país pode ser detido. O caso de Julian estabelece um precedente terrível para todos os pensadores, pesquisadores, jornalistas, editores e toda profissão que possa expor os poderosos publicamente. 

O pedido de liberdade de Assange é um chamado para proteger a liberdade de expressão, a imprensa e os próprios jornalistas. 

Uma série de figuras públicas estão em campanha a fim de apoiar Julian Assange,  anunciando uma ação massiva em apoio ao jornalista no próximo ano. 

“Muitos ativistas estão se reunindo em um momento em que sinto que houve uma mudança real no sentimento do público”, disse Craig Murray, ex-embaixador do Reino Unido no Uzbequistão que agora está em campanha para a liberdade do jornalista. Apesar da falta de cobertura ou cobertura tendenciosa na grande mídia, agora se entende que Julian está sendo extraditado para os Estados Unidos por nada, exceto por ter publicação da verdade.” 

Ele espera que no próximo ano “vejamos uma das maiores campanhas [em apoio a Assange] do nosso tempo”. Muita gente espera. 

Especialistas, figuras públicas e seguidores de Julian Assange compareceram a um evento chamado “Libertem a verdade” em Londres. A agência de vídeos Ruptly filmou a exposição de pôsteres denunciando a prisão de Assange, além de obras de arte inspiradas por ele. 

Em setembro, o ex-baixista da banda de rock britânica Pink Floyd , Roger Waters , homenageou Julian Assange  cantando a música Wish you are here , em um ato de solidariedade ao fundador do WikiLeaks , realizado em frente ao Ministério do Interior do Reino Unido. Waters não apenas exigiu a libertação do ativista, mas no ato organizado pelo Comitê de Defesa de Julian Assange , ele denunciou as condições a que o prisioneiro é submetido na prisão de segurança máxima de Londres em Belmarsh, onde Julian é mantido confinado. Waters disse que estava dando a afirmação mais pesada de sua vida, quando disse que “tinha vergonha de ser inglês depois da prisão de Assange” . 

Agora, no entanto, está claro para milhões que Assange é, e sempre foi, um prisioneiro político. Seu “crime”, segundo o governo dos EUA e seus aliados, foi publicar documentos de importância histórica, revelando crimes de guerra, conspirações diplomáticas globais e operações de vigilância que afetam bilhões de pessoas. 

A tentativa dos EUA de processá-lo abriu as comportas para um ataque à liberdade de imprensa e à liberdade de expressão, com o “precedente de Assange” estimulando ataques de governos a jornalistas na França, na Austrália e nos EUA. 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.