Home Brasil A herança do golpe de Temer no Brasil e na América Latina

A herança do golpe de Temer no Brasil e na América Latina

por Joffre Justino

O Banco Mundial reduziu para metade a previsão de crescimento da economia brasileira para 2018 no relatório regional semianual “Sobre Incertezas e Cisnes Negros: Como Gerenciar Riscos na América Latina e Caribe”, que foi divulgado e silenciado nesta sexta-feira dia 5 pois a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), caia de 2,4% de 1,2% um rude golpe para toda a Direita sendo que para 2019, também há uma previsão de reduçao na estimativa para o crescimento do PIB: de 2,5% para 2,2%.

O Banco Mundial lembrava ainda que, no fim de junho, o Banco Central já reduzira a sua estimativa de crescimento em 2018 para 1,6% quando a previsão anterior era de 2,6% após a greve dos caminhoneiros que paralisou setores da economia.

“A persistência de grandes e aparentemente intratáveis déficits fiscais, a falta de uma reforma previdenciária significativa e a crescente incerteza política sobre as eleições de outubro, em conjunto com a recente apreensão em mercados de capital internacional, colocaram em questão até mesmo esse crescimento modesto, com a previsão atual [do Banco Mundial] em 1,2% para 2018”, assume este relatório.

Note-se que a revisão da estimativa para o Brasil, responsável por mais de um terço do PIB da região latino americana foi um dos motivos que conduziram à redução da expectativa de crescimento para a América Latina e Caribe que se retraiu para 0,6% em 2018 e 1,6% em 2019 quando as previsões anteriores eram 1,8% neste ano, e 2,3% em 2019.

De notar que esta região foi afetada também pela instabilidade de mercado iniciada em abril na Argentina, pela deterioração continuada da situação na Venezuela, e uma piora do cenário internacional.

 

 

Joffre Justino

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.