Home Cidadania Professores, Economistas ou econoamásios?