Home Opinião Editor do Intercept Brasil foi agredido por jornalista bolsonarista

Editor do Intercept Brasil foi agredido por jornalista bolsonarista

por Silvio Reis

Augusto Nunes é um jornalista bolsonarista que trabalha em veículos de comunicação que ajudaram a eleger Jair Bolsonaro. É colunista da revista Veja, comentarista de programas da Rádio Jovem Pan, colunista do site R7 e Jornal da Record. 

Na quinta-feira, 07.11, o jornalista estadunidense Gleen Greenwald, editor do Intercept Brasil, aceitou participar do programa Pânico, na Rádio Jovem Pan News. O convidado só foi informado na hora da gravação que somente Augusto Nunes o entrevistaria.

Anteriormente, Nunes apelou para o fato de Gleen ser homossexual e ter dois filhos adotivos com o deputado David Miranda, para atacar o Intercept Brasil, que divulgou os bastidores sujos da Lava Jato.

No momento em que o Pânico estava no ar, Gleen chamou Nunes de covarde, por ter envolvido crianças em comentários jornalísticos. Nunes reagiu com um soco em Gleen. A produção do programa impediu que a briga continuasse.

De imediato, a Folha de S. Paulo usou uma Fake News para divulgar o fato: “Jornalistas Augusto Nunes e Gleen Greenwald trocam socos em programa”. Gleen se defendeu.

Dois dias atrás, durante a entrega do Prêmio Comunique-se, Augusto Nunes falou da importância de se respeitar a diversidade de opinião.

Imagem destaque: Gleen e Nunes no programa Pânico

Silvio Reis, jornalista brasileiro                           

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.