Home Cidadania Vergonhoso o que se está a passar na Cidade do Porto!

Vergonhoso o que se está a passar na Cidade do Porto!

por Rafaela Sá

Algo anda mal na Policia e na Câmara municipais do Porto e este relato indignado e desesperado da nossa colaboradora Rafaela Sá o mostra à evidencia ! 

Diariamente a “Polícia” municipal do Porto recolhe viaturas ilegalmente ou por excesso de zelo, que por dificuldades várias de estacionamento na cidade, é o “Alimento gordo” deste município.

Vejamos o meu caso:

No dia 07/ 09/ 2019 ao chegar ao local de estacionamento da minha viatura , via publica, onde não é proibido estacionar, nem esta sujeito a pagamento de paquímetro, nem tão pouco a incomodar nada, nem ninguém, para meu espanto, não o encontrei…! 

Dirigi me a esquadra mais próxima, onde foram efetuadas diligencias, junto dos vários parques de policia, sendo as mesmas infrutíferas.

Foi me recomendado, verificar as artérias circundantes, se não teria feito confusão e não teria estacionado o veiculo noutra rua, sendo a verificação também infrutífera, visto que quase diariamente estacionar a minha viatura no mesmíssimo local, caso não esteja ele ocupado. 

Sendo assim, efetuei um auto de denuncia por furto e apreensão da minha viatura naquela esquadra (CM PRT 1º Divisão Policial Porto – Cedofeita- 12 Esquadra Prt).

Na manha do dia 17/09/2019, voltei a dirigir -me a mesma esquadra com intenção de corrigir um lapso de cor do veiculo no auto de denuncia (transcrito cor vermelho, quando é de cor verde), aproveitando obter informações sobre o desaparecimento do meu carro, mas ainda não tinha sido reencontrado, nem havia qualquer alteração.

Há hora de almoço, lembrei me  de  telefonar a um conhecido meu da GNR e desabafar, alguns minutos depois alertou me de que na realidade a minha viatura encontrava se num parque da Policia Municipal  do Porto.

No inicio da mesma tarde do dia 17/09/2019, dirigi-me a um parque da policia municipal, para confirmar a informação, recebida do meu amigo.

Qual o meu espanto, quando recebo a notícia de que o meu carro foi reboquado por abandono, no dia 03/09/2019 (!?), do local onde estava estacionado, quando o mesmo circulou no dia 03, 04 e 05 , no dia 07, não constava  dos registos dos parques da Policia Municipal ou outros…

Após consultar um advogado sobre a legalidade desse reboque por abandono, foi feita uma reclamação (em 20/09/2019) e pedido de levantamento de veiculo e anulação de parqueamento e reboque, (por o veiculo ter seguro, inspeção periódica imposto de circulação, devidamente regularizados, não transgredir nenhuma lei de transito e o veiculo ser me indispensável a minha vida profissional e pessoal), sem qualquer resposta pessoal ( nos escritórios da Policia Municipal) ou por escrito até a data de hoje dia 08/10/2019.

Outro caso,

Minha amiga, residente no Luxemburgo e com habitação no Porto, teve o seu veiculo ,no passado dia 15/05/2019, rebocado por abandono, também! Na via publica a porta da oficina do seu mecânico (por necessitar de alguma afinação), numa rua sem saída,  onde não é proibido estacionar, nem estava sujeito a pagamento de paquímetro, nem tão pouco a incomodar nada, nem ninguém, visto apenas haver duas entradas, uma da dita oficina, outra de uma empresa de transporte, o veiculo tem seguro, inspeção periódica, imposto de circulação, devidamente regularizados. O mecânico tentou fazer o levantamento do automóvel no parque da Policia Municipal, com a documentação do mesmo, sem sucesso, visto não ser o proprietário e a proprietária, minha amiga estar naquele momento ausente do pais, estava já no Luxemburgo.

Hoje 08/10/2019, o seu veiculo encontra se num parque em Amarante (?!), para abate, podendo ser levantado mediante uma pequena fortuna em parqueamento e reboque, valor esse muito superior ao valor do seu carro!

Além desses dois casos, existem imensas queixas reboques ilegais ou desnecessários, na cidade do Porto.

Assim a Policia Municipal do Porto, vai criando uma receita diária que deve rondar alguns Milhões /ano, para sustentar todas as suas novas instalações, frotas de novas motas, novos reboques e veículos ligeiros novos.

Esta situação é deplorável e não demonstra a tão famosa honestidade que deveria ser apanágio das organizações Polícias, que parecem mais organizações criminosas do que públicas a quem eu e toda a gente,  gostaria de continuar a respeitar.

Estou indignada e tudo farei para que esta situação, seja do conhecimento público.

Rafaela Sá 

0 comentário
1

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.