Home Sindicalismo RyanAir, Vieira da Silva está com Rui Rio, de ferias?

RyanAir, Vieira da Silva está com Rui Rio, de ferias?

por Nardia M

Saudavelmente, o Governo disse hoje que a Ryanair não está dispensada “de ter que cumprir o enquadramento legal da República Portuguesa”, nesta greve dos tripulantes, que decorre entre os dias 21 e 25 de agosto.

Assim, um comunicado do Ministério das Infraestruturas e da Habitação ( onde raio anda o ministerio do Trabalho?), reconheceu “que a Ryanair tem realizado investimentos importantes em Portugal, mas isso não dispensa a companhia aérea, nem nenhuma outra empresa que opere no território nacional, de ter de cumprir o enquadramento legal da República portuguesa”, nomeadamente “das leis que protegem os direitos fundamentais dos trabalhadores …pelo que o Ministério salientou que “tem estado por estes dias a acompanhar com especial atenção e preocupação a greve dos tripulantes de cabine da Ryanair”.

Este ministerio realçou ainda que “desde o início da greve, a Autoridade para as Condições do Trabalho, ACT, tem estado a investigar as suspeitas de irregularidades no cumprimento das normas legais da greve por parte da companhia de aviação … tal como a ACT já esclareceu publicamente, serão desencadeados todos os procedimentos que julgar necessários, nomeadamente participações crime ao Ministério Público a que haja lugar”.

E o Governo disse ainda que “tendo em conta o reiterado e anunciado compromisso da Ryanair com o cumprimento da legislação portuguesa, iremos em conjunto com o sindicato que representa os trabalhadores e a companhia aérea, trabalhar para que seja possível, no futuro, garantir a ambas as partes o integral cumprimento da lei”.

Alias a ACT está a realizar ações inspetivas nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro na sequência da denúncia de alegadas irregularidades relacionadas com o direito à greve dos tripulantes da Ryanair.

Na quarta-feira, a presidente do SNVPAC, Luciana Passo, afirmou que a Ryanair estava a substituir os grevistas por trabalhadores de bases estrangeiras e que estas situações tinham sido denunciadas à ACT e à Direção-Geral do Emprego e Relações do Trabalho (DGERT).

E muito bem fez Luciana Passos … mas o ministro do Trabalho onde anda? Na easyjet? 

Nardia M

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.