Home Cidadania E esta Polónia fascista é a União Europeia?

E esta Polónia fascista é a União Europeia?

por Joffre Justino

Membros do partido do governo e do governo da Polónia juntaram-se este domingo a veteranos de guerra para homenagear uma força clandestina da época da Segunda Guerra Mundial que colaborou com os nazis no final do conflito no combate aos comunistas, que controlavam o pais, em mais uma demonstração de como vai mal a UE, o

Mundo e esta Polónia que ate se diz católica 

O que mais me irritou sempre sendo meio judeu  foi a pouca Resistência judaica à expansão nazi fascista e por causa dessa pouca resistência deixo aqui uma das poucas Historias da luta antifascista dos judeus 

Recordo pois o dia 19 de abril de 1943, dia em que as tropas e a polícia alemã entraram no gueto para levar mais judeus para os campos de extermínio,  que “O Levante do Gueto de Varsóvia” teve início.

Foram setecentos e cinquenta combatentes judeus, muito pobremente armados e enfraquecidos por doenças e pela fome, os que lutaram contra um número muito maior de bem alimentados soldados alemães fortemente armados e bem treinados. 

Ainda assim os combatentes do gueto conseguiram defender-se durante perto de um mês e só em 16 de maio de 1943, é que a revolta chegou ao fim com cerca de 7.000 assassinados a tiros e o restante foi deportado para os campos onde foram mortos.

Pois agora uma missa e acentuo uma missa, da igreja católica, com os fascistas,  em Varsóvia deu início às cerimónias em homenagem da Brigada das Montanhas da Santa Cruz das Forças Armadas no 75.º aniversário da sua criação.

E alem da igreja católica eis também o patrocínio oficial do presidente da republica, Andrzej Duda,  e a presença responsáveis do partido no poder reabilitando via o governo de direita de uma unidade partidária que lutou contra alemães e soviéticos e que é celebrada pela extrema-direita por ter sido nazi e se ter conluiado ( mesmo que lutando, com a ocupação nazi) 

Segundo a Associated Press, assistimos a uma tentativa do partido Lei e Justiça, no poder, para agradar aos eleitores de direita antes das legislativas em outubro mas na realidade este abençoar do nazi fascismo vai longe de mais com esta reabilitação oficial daquela brigada nazi em fevereiro de 2018 quando o então primeiro-ministro Mateusz Morawicki a homenageou num cemitério em Munique tendo este chefe do governo polaco dito numa conferência de imprensa que existiam “judeus perpetradores” do Holocausto uma ofensa histórica que por si deveria dar origem ao  afastamento deste pais da UE 

Estas cerimónias fascistas de hoje foram criticadas por filhos de combatentes da resistência polaca com não poucos deles a escreverem numa carta dirigida a Duda: “os nossos pais lutaram contra os nazis porque entendiam ser o seu dever para com a sua nação. Qualquer cooperação com os ocupantes era inimaginável para eles” e o principal rabi da Polónia rejeitou um convite para a cerimónia de hoje, considerando-o “um insulto pessoal”

É mais que um insulto pessoal é um insulto aos milhões que morreram na II guerra mundial em nome da Democracia é um insulto aos que morreram nos campos de concentração portugueses ( porque não houve só o Tarrafal…) é um insulto que deveria ser denunciado pelo governo e por todos os eleitos portugueses ! 

Joffre Justino 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.