Home Cidadania Salvé Voz do Operario

Salvé Voz do Operario

por Joffre Justino

A Sociedade de Instrução e Beneficência A Voz do Operário, agora com 136 anos, vai ser condecorada no 25 de Abril como membro honorário da Ordem da Liberdade, anunciou hoje o Presidente da República.

Diz o PR que a Voz do Operario “Merece homenagem porque foram 136 anos de luta e de resistência pela liberdade e por isso em abril, este abril em que celebramos 45 anos do 25 de Abril receberá, a juntar à Ordem do Mérito e à Ordem da Instrução Pública, a Ordem da Liberdade”, algo que subscrevemos o que é raro no que o PR vai dizendo e foi dito num jantar comemorativo dos 136 anos da instituição, fundada a 13 de fevereiro de 1883 pelos operários da manufatura do tabaco, com o objetivo de financiar o jornal “A Voz do Operário” e para melhorar as condições laborais, sociais e económicas dos trabalhadores num contexto republicano carbonário e anarco sindicalista que de certa forma ainda hoje carateriza a instituição 

Não esquecemos o PR populismo pois foi no edifício da Voz do Operário, que apresentou a sua candidatura à Presidência da República, em 2015, algo que profundamente na altura reprovamos diga-se e que hoje o PR retoma mas agora ainda bem para a Voz do Operário e o que ela representa.

“Nasceu para defender os mais explorados, os mais pobres e os mais sacrificados”, sublinhou o PR ao mesmo tempo que “percebeu que desde sempre a única maneira de transformar as sociedades é pela educação e pela cultura”.

Domingues Abrantes, histórico dirigente do PCP e conselheiro de Estado, também participou no jantar, que visou ainda homenagear o músico Carlos Alberto Vidal, conhecido por “avô Cantigas”, como se lhe dirigiu Marcelo Rebelo de Sousa.

Foto de destaque: indicopleustes on VisualHunt.com / CC BY-NC-SA

JJ

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.