Home Estados Unidos da América Apontamentos sobre o ataque fascio trumpista ao Senado dos EUA

Apontamentos sobre o ataque fascio trumpista ao Senado dos EUA

por Joffre Justino

Como resultado dos apelos de Trump, quatro pessoas estão mortas, incluindo uma mulher que foi baleada por terem violado um dos edifícios americanos mais determinantes na política do EUA e empurrado a capital do país para (por horas) o caos.

E na verdade, foi  Trump quem incitou os seus fanáticos “fiéis” para com tal lutar contra a contagem cerimonial dos votos dos Grandes Eleitores que confirmariam a vitória do presidente eleito Joe Biden.

Como é sabido por volta das 13h00 de ontem Quarta-feira, centenas de manifestantes pró-Trump empurraram barreiras situadas ao longo do perímetro do Capitólio, lutaram com as policias   chamando os policias de “traidores” e cerca de 90 minutos depois, a polícia disse que os manifestantes entraram no prédio e as portas da Câmara e do Senado estavam trancadas o o andar da Câmara foi evacuado pela polícia e o vice-presidente Mike Pence também foi evacuado da câmara, onde deveria desempenhar seu papel na contagem dos votos eleitorais.

Inicialmente foi declarado que “Uma mulher adulta e dois homens adultos parecem ter sofrido de emergências médicas separadas, que resultaram em suas mortes. Qualquer perda de vida no distrito é trágica e nossos pensamentos estão com qualquer pessoa afetada por sua perda” e vário policias ficaram feridos com pelo menos um transportado para o hospital, segundo disseram várias fontes à CNN.

Foram usadas granadas  de fumo no lado do Senado do Capitólio, enquanto a polícia procurava limpar o prédio de manifestantes, as janelas do lado oeste do Senado foram quebradas. 

O plenário do Senado foi limpo de manifestantes a partir das 15h30 e um policia disse  à CNN que eles conseguiram tirá-los da ala do Senado do prédio e levá-los para a Rotunda assim como foram removidos pelas portas leste e oeste do Capitólio. 

Pelo menos 52 pessoas foram presas até às 21h30 de quarta-feira em Washington.

Faltando cerca de 30 minutos para as 18h de Washington quando a polícia se reuniu numa longa fila para empurrar a multidão de volta do terreno do Capitólio o que durou até cerca de 17:40 ficando o edificio seja novamente seguro, de acordo com o sargento de armas.

Foi a primeira vez que o Capitólio dos EUA foi invadido, desde que os britânicos atacaram e queimaram o prédio em agosto de 1814, durante a Guerra de 1812, de acordo com Samuel Holliday, diretor de bolsas e operações da Sociedade Histórica do Capitólio dos EUA .

Note-se que este cenário chocante foi recebida com menos força policial do que muitos dos protestos Black Lives Matter que se espalharam pelo país após a morte de George Floyd nas mãos de policiais de Minneapolis no ano passado e por isso os manifestantes na quarta-feira conseguiram invadir a polícia do Capitólio e se infiltrar no espaço legislativo do país ficando no ar a duvida sobre cumplicidades com os fascistas de Trump. 

Na verdade houve mais que tempo para uma reação rápida pois os manifestantes violaram primeiro as barreiras de segurança externas e as imagens de vídeo mostraram manifestantes a organizarem-se e e alguns a enfrentarem  a polícia perto do edifício do Capitólio com a equipe da CNN no terreno a fotografar e filmar uma série de manifestantes a escalarem uma lateral do prédio do Capitólio e entre petardos a serem rebentados.

Muitos membros do Senado e da Câmara  foram vistos com  máscaras de gás enquanto se moviam entre os edifícios do Capitólio a ligarem provavelmente para as famílias. 

Note-se que os líderes do Congresso estiveram preparados para serem levados para Fort McNair, uma base do exército próxima em Washington, de acordo com um responsável da policia federal.

“A Guarda D.C. foi mobilizada para fornecer apoio à polícia federal no Distrito”, disse Jonathan Hoffman, o porta-voz chefe do Pentágono. “O secretário interino Miller está em contato com a liderança do Congresso, e o secretário McCarthy tem trabalhado com o governo de D.C.. A resposta da aplicação da lei será liderada pelo Departamento de Justiça” e a prefeita de Washington, Muriel Bowser, anunciou um toque de recolher em toda a cidade a partir das 18h na quarta-feira até às 06h  de hoje quinta.

A atividade politica foi retomado por volta das 20h00 com Pence que nunca saiu do Capitólio, segundo seu secretário de imprensa a trazer a sessão do Senado de volta à ordem.

“Vamos voltar ao trabalho”, disse ele.

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, tambem disse num comunicado na noite de quarta-feira que a liderança do Congresso queria continuar com a sessão conjunta nessa noite de quarta-feira.

“Hoje, um vergonhoso ataque foi feito à nossa democracia. Foi ungido no mais alto nível do governo. Não pode, entretanto, impedir-nos de assumir a nossa responsabilidade de validar a eleição de Joe Biden”, escreveu Pelosi.

“Para esse fim, em consulta com o líder Hoyer e Whip Clyburn e após ligações para o Pentágono, o Departamento de Justiça e o vice-presidente, decidimos que devemos prosseguir hoje à noite no Capitólio assim que estiver libertado para uso. O líder Hoyer enviará mais orientações ainda hoje. “

O líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, disse no plenário que “o Senado dos Estados Unidos não está intimidado. Não seremos mantidos fora desta câmara por bandidos, turbas ou ameaças.”

Demorou até as primeiras horas da manhã de quinta-feira, mas o Congresso finalmente contou e certificou a vitória eleitoral de Biden.

Trump só bem tarde  pediu a seus apoiantes para “irem para casa”, na verdade horas depois do início do motim, com um vídeo de um minuto lamentando e mentindo sobre a sua derrota eleitoral e afirmando  “Nós vos amamos. Você são muito especiais …Eu conheço a vossa dor, eu sei que você estão  mal. Tivemos uma eleição que nos  foi roubada. Foi uma eleição esmagadora e todos sabem disso. Especialmente o outra lado. Mas você tem que ir para casa agora. Temos que ter paz … Estas são as coisas e eventos que acontecem quando uma vitória eleitoral esmagadora e sagrada é tão sem cerimônia e cruelmente retirada de grandes patriotas que foram mal e injustamente tratados por tanto tempo. Vá para casa com amor e em paz. Lembrem-se deste dia para sempre!” disse ele, num dos seus tweets que mais tarde foi eliminado pelo Twitter.

Uma bomba foi encontrada na sede do Comitê Nacional Republicano, disse um funcionário do RNC à CNN o dispositivo foi encontrado no chão do lado de fora, ao longo da parede da sede e foi  detonado com segurança pela polícia, disse o oficial da RNC.

Pelo menos duas bombas suspeitas foram colocadas em segurança pelas autoridades policiais – uma no prédio que abriga os escritórios do RNC e outra no complexo do Capitólio dos Estados Unidos, disse um responsável da policia federal à CNN e que eram dispositivos explosivos reais e que foram detonados com segurança.

O Comitê Nacional Democrata também foi evacuado depois que um pacote suspeito foi investigado nas proximidades, disse à CNN uma fonte democrata e o partido fechou preventivamente o prédio antes dos protestos, disse a fonte 

Perto do local onde uma das bombas foi encontrada na quarta-feira, a polícia deteve um suspeito e encontrou um veículo com uma espingarda e com 10 cocktails molotov.

Líder da maioria democrata na Câmara dos Representantes – Steny Hoyer

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.