Home Cidadania Raquel Varela dirige curso na Casa Sindical

Raquel Varela dirige curso na Casa Sindical

por Joffre Justino

Tivemos ontem oportunidade de assistir à segunda parte de um curso sindical de Raquel Varela, conhecida historiadora, na CASA SINDICAL. um espaço dinamizado pelo Sindicato dos Estivadores (SEAL)Este curso, onde estiveram presentes ativista do sindicato anfitrião e do Sindicato dos Professores, entre outros, e que visou também apoiar o o trabalho sindical do SEAL , foi particularmente positivo.

Com uma visão marcadamente marxista e suportado numa sábia argumentação, o curso centrou-se na luta dos trabalhadores e na organização sindical nacional e internacional. Na segunda parte da ação (a única a que pudemos assistir) foi notório que tanto a construção dessa parte do curso como a forma de apresentação de Raquel Varela, partindo de
uma reflexão sobre a caracterização da Estrutura sócioeconômica e da sua relação com a tipificação  da luta social e do papel das lideranças, potenciaram uma rápida integração dos participantes..

Muito centrada na luta dos estivadores nacional e internacional e mostrando um conhecimento significativo desta comunidade muito específica com fortes raizes nos marinheiros, Raquel Varela foi uma motivadora para a luta desta comunidade de trabalhadores. Uma comunidade que – sabemo-lo – é profissionalmente gerida em lógica quase fascista, fato que RV reforçou na sua inytervenção, realçando que na sociedade atual (e na portuguesa em especial) o local de trabalho não é democrático ( a Democracia ainda não chegiu á…) , ao ponto de muitas das lutas destes trabalhadores exigir até alguma prática clandestina, para que a defesa dos direitos dos trabalhadores seja efetiva.

Olhando este Sindicato para além da sua simples função reivindicativa, realçando o seu papel gerador de  Um Modo de Vida Alternativo incentivador da socialização da vida profissional e também pessoal e familiar, Raquel Varela recordou a visão anarco-sindicalista do início do século XX – também em Portugal – em que os sindicatos procuravam estar presentes na vida dos trabalhadores bem para além da estrita reivindicação salarial.

JJ

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.