O presidente da Generalitat, Quim Torra, pediu este sábado ao mandatario do Governo espanhol em  funções, Pedro Sánchez, para marcar  ""um día e uma hora"" para dialogar sobre a situação  na comunidade autónoma da Catalunha, depois destes cinco días de distúrbios.

“Instamos o presidente do  Governo espanhol em funções  a sentarse numa mesa de negociações para dialogar”, assinalou o governante autonómico à imprensa, acrescentando  que a violencia desta semana não reflete  a naturaleza pacífica do movimento independentista catalão.

“A violência não foi nem será nunca a nossa  bandeira, nem em Barcelona nem em  Tarragona nem em Lleida nem em  Girona”, referindo-se às cidades da Catalunha envolvidas pelos distúrbios em resposta às condenações dos 12 independentistas catalães 

Torra reafirmou que o “movimento independentista foi sempre pacífico"" e destacou que houve uma manifestação pacífica onde  participaram bem

 mais que 500.000 pessoas em Barcelona.

As autoridades de saude  reportaram  que 182 pessoas  ficaram  feridas em toda a região , 152 delas  em Barcelona e 17 policías também necessitaram de tratamento hospitalar. 


*) Considere apoiar o “Estrategizando” com contribuições trimestrais de 18 euros, semestrais de 36 euros ou anuais de 60 euros, utilizando as informações bancárias fornecidas. O seu apoio é fundamental para continuarmos a informar e analisar questões críticas como esta.

NIB: 0036 0170 9910 0117 6978 7

ou

Entidade: JOFFRE JUSTINO

IBAN: PT50 0036 0170 9910 0117 6978 7, SWIFT: MPIOPTPL (solicitamos também o envio de um e-mail para editor@estrategizando.pt com o nome, o endereço e o seu comprovativo do valor da transferência realizada).