E gostam do Erdogan? Eu não! Impossível gostar de um fascio islâmico sendo-se laico tolerante e democrático, tudo ao contrário do presidente da Turquia, o sr Erdogan que, machista pôs o macho da UE ao seu lago e a mulher no canto!

É, quem inventa um golpe para fragilizar a oposição não é democrata!

Vale entretanto recordar que o Hamas disparou, matou, expulsou de Gaza a Fatah enfim fez o mesmo que anos depois fez em Israel!

Agora será sério que o horror que caiu sobre os israelitas deva cair sobre os palestinianos subjugados pelo Hamas, uma seita fascio islamica que invadiu e assassinou civis por serem dominados pelo fascio Netanyahu?

Os alemães bombardeados brutalmente pelos aliados eram todos nazis?Nós não temos respostas lineares a tais situações! O que posso dizer  é que culpo os fanatismos judaicos tal qual os fanatismos islâmicos!

E apoio a FATAH e os dois Estados tanto quanto condeno protetorados israelitas e regimes totalitários hamasianos ! O sr Erdogan disse neste sábado 02.12.2023, que não reconhece o Hamas como uma “organização terrorista”, em entrevista a jornalistas no regresso ao país depois de participar da COP28 no Dubai (Emirados Árabes).

E a emissora turca NTV, relata, “Não importa o que digam, nunca poderei aceitar o Hamas como uma organização terrorista. Não posso descrevê-lo como tal”, disse lembrando o subsecretário do Departamento do Tesouro dos EUA, Brian Nelson, Departamento do Tesouro dos EUA, Brian Nelson, que afirmou estar preocupado com o apoio da Turquia ao grupo extremista.

O nosso nem EUA nem URSS até 1989 repete-se no caso da guerra Israel Hamas ou Ucrânia Rússia !

E, na verdade, aguarda-se  por um tempo em que uma afim ONU tenha condições políticas e judiciais para julgar e condenar sem remissão, todas as violências sobre palestinianos e israelitas, ( não esquecendo quem recusou reconhecer a divisão de 2 Estados de 1947, os árabes, e também as ilegais ocupações de terras palestinianas pelos israelitas, de então e as que se seguiram ), como as violências dos ucranianos sobre o Donbass e a Crimeia e claro a brutalidade desta guerra, vinda de ambos os lados, como, não conseguimos esquecer a brutalidade das guerras civis em Angola imposta por um ainda hoje totalitário regime e claro todas as restantes guerras

Em todas as situações terão de haver julgamentos e condenações caso a caso pois isso de generalizações exigem condenações generalistas e não casuísticas!

Joffre Justino

---



*) Considere apoiar o “Estrategizando” com contribuições trimestrais de 18 euros, semestrais de 36 euros ou anuais de 60 euros, utilizando as informações bancárias fornecidas. O seu apoio é fundamental para continuarmos a informar e analisar questões críticas como esta.

NIB: 0036 0170 9910 0117 6978 7

ou

Entidade: JOFFRE JUSTINO

IBAN: PT50 0036 0170 9910 0117 6978 7, SWIFT: MPIOPTPL (solicitamos também o envio de um e-mail para editor@estrategizando.pt com o nome, o endereço e o seu comprovativo do valor da transferência realizada).