É assim que entendemos as acusações do PAN à AD por esta desvalorizar os direitos das mulheres dados os discursos de Gonçalo da Câmara Pereira que Inês Sousa Real, para esconder o acordo madeirense pro promoção da corrupção ao manter PSD + CDS+ PAN no governo a todo o custo, apesar do presidente estar sim arguido num caso de corrupção e de ter sido obrigado a demitir-se por tal !

O debate aqueceu por este Inês Sousa Real ter criticado Luís Montenegro por aceitar na coligação "alguém que ache legítimo bater numa mulher".

"Não podemos aceitar que a AD traga para o século XXI valores do século passado, alguém que ache legítimo bater numa mulher, o PAN só pode distanciar-se de um sinal muito negativo", afirmou a porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, numa alusão implícita a declarações proferidas publicamente pelo líder do PPM, Gonçalo da Câmara Pereira, que integra, juntamente com PSD e CDS-PP, a Aliança Democrática (AD)…. Mas lá afastar-se do partido envolvido em corrupção e na pior forma de gerir a relação espaco humano edificado como se constata com os n acidente humano naturais com as chuvas !

Montenegro lider desta desastrada AD claro que só podia distanciou-se das declarações do parceiro da coligação AD, mas lá afastá-lo é que nada, nadica de nada !
Que ecologista, que ambientalista, que Mulher do seculo XXI pode votar nesta AD que bloqueia os percursos naturais dos cursos de agua ma Madeira, que aceita manter no poder AD quem bate na Mulher até por se sentir protegido?

Montenegro que como se vê não conhece sequer os seus parceiros como pode ser primeiro ministro e governar para Mulheres, Homens e Crianças, e com que parceiros e em que cargos?

E vai ao ponto de dizer não conhecer antes de terem sido reproduzidas na comunicação social, tais declarações!

Inês Sousa Real muito bem insistiu que o voto na AD seria um voto para "silenciar as mulheres", queixando-se de estar a ser interrompida no debate pelo líder do PSD, com Montenegro a apelar para não utilizar a sua condição feminina para se vitimizar… vitimizar? Oh sr Montenegro!

E bom machista para mostrar que “se preocupa” com a Mulher la vem a Mulher transformada em “aparelho reprodutor”, nem se lembrando do papa Francisco e da sua defesa da Mae Solteira que necessita bem mais que de “urgências de obstetrícia”!

O tom tenso entre os dois líderes partidários manteve-se também na questão dos direitos dos animais, com Sousa Real a acusar a AD de continuar a defender uma "atividade anacrónica" como as touradas.

Montenegro contrapôs que a primeira lei de proteção dos animais tem o cunho do PSD, em 1995, tal como a que criminalizou os maus tratos a animais de companhia, em 2014, acusando a líder do PAN de ver no programa da AD "aquilo que não está lá", também na área do ambiente.

Inês Sousa Real criticou a escolha da AD do antigo líder da CAP Eduardo Oliveira e Sousa para cabeça de lista em Santarém, de quem disse ter "uma visão obsoleta" da agricultura, levando o líder do PSD a questionar a motivação de tantas acusações.

No debate, a líder do PAN recusou estar refém de uma vitória do PS nas próximas eleições.
"O único voto que não é inútil é no PAN. Votar no PS e no PSD é exatamente a mesma coisa", disse, enumerando vários diplomas que o partido conseguiu aprovar nos últimos dois anos apenas com uma deputada.

E da Madeira?

Nadica de nada Inês Sousa Real?

Joffre Justino 



*) Considere apoiar o “Estrategizando” com contribuições trimestrais de 18 euros, semestrais de 36 euros ou anuais de 60 euros, utilizando as informações bancárias fornecidas. O seu apoio é fundamental para continuarmos a informar e analisar questões críticas como esta.

NIB: 0036 0170 9910 0117 6978 7

ou

Entidade: JOFFRE JUSTINO

IBAN: PT50 0036 0170 9910 0117 6978 7, SWIFT: MPIOPTPL (solicitamos também o envio de um e-mail para editor@estrategizando.pt com o nome, o endereço e o seu comprovativo do valor da transferência realizada).