3 Fevereiro, 2023

Estrategizando

Notícias, Reflexão e Ação.

Uma vitória da CGTP na ADSE

A Lista B, apoiada pela Frente Comum/ CGTP. obteve uma importante vitória, nesta quarta-feira, 30.11, com a eleição de 50% dos 4 representantes dos beneficiários no Conselho Geral e de Supervisão (CGS) da ADSE, para o triénio 2023-2025.

Nas eleições concorreram sete listas, e contaram com uma muito baixa participação dos beneficiários da ADSE, somente 37.875, 4,1% dos 929626 votantes, ainda assim mais do dobro dos votantes das eleições realizadas em 2017.

A votação na lista B, liderada por Henrique Vilallonga, obteve, segundo comunicado desta candidatura, “a confiança dos beneficiários no futuro deste subsistema de saúde e nos candidatos da Lista B, que assumiram, de forma clara e firme, o compromisso de continuar a defender, com grande determinação, os interesses e os direitos os trabalhadores e aposentados da Administração Pública beneficiários da ADSE”, sendo a maior reivindicação da Lista B uma redução dos descontos de 14 para 12 meses e de 3,5% para 1,5%.

As eleições para o CGS para o triénio 2023-2025 começaram na segunda-feira, com sete listas candidatas aos quatro lugares de representantes dos beneficiários e terminaram esta quarta-feira, dia 30, às 17h.

O ato eleitoral acontece com dois anos de atraso, em parte por culpa da pandemia,
num ambiente de alguma tensão para o subsistema de saúde dos funcionários e aposentados do Estado.

O Estrategizando parabeniza os vencedores desta liça que deveria acontecer também na Segurança Social e que tenderá a gerar difíceis dias para a hospitalização privada portuguesa