Home Opinião Liberdade, Igualdade, Fraternidade … e Sustentabilidade.

Liberdade, Igualdade, Fraternidade … e Sustentabilidade.

por José Elias Ramalho

À Liberdade, Igualdade e Fraternidade, há que acrescentar o valor da Sustentabilidade aos anteriores valores que nos chegaram por intermédio da revolução francesa.

Em tempos de crise e emergência climática há que saber escolher os meios das mobilidade que nos permitam dormir de consciência tranquila e a bicicleta é um deles.

A bicicleta combina com liberdade de escolha na opção mobilidade suave nos contextos rural e urbano, e também é generalizadamente reconhecido como uma mais-valia para saúde e, ainda, como um auxiliar importante no combate às alterações climáticas.

E como referiu Albert Einstein,

“A vida é como andar de bicicleta. Para manter o equilíbrio é preciso mantermo-nos em movimento.”

A bicicleta remete para a igualdade entre todos os que necessitam de se deslocar de uma forma suave e sustentável. Acresce que utilizar bicicleta é ao mesmo tempo praticar a Fraternidade e a Sustentabilidade, designadamente em defesa da mãe natureza e das gerações futuras.

Importa por isso estarmos alinhados com os 17 objectivos de Desenvolvimento Sustentável  (ODS) e da Agenda 2030 da ONU.

Com o cenário emergente das cidades nas sociedades contemporâneas, a mobilidade urbana é determinante no acesso ao trabalho, à cultura e aos serviços públicos em geral.

Assim, emerge a necessidade de tomar consciência da importância do planeamento da cidade e do seu espaço público, no contexto de uma mobilidade suave e sustentável.

Comemorar o 5 de Outubro de 1910 é, sobretudo, passar à prática os valores elementares da república e acrescentar-lhe valor da sustentabilidade como um extra da responsabilidade desta e das gerações vindouras.

José Elias Ramalho

0 comentário
1

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.