Home Opinião Jerónimo de Sousa no fecho do Avante!

Jerónimo de Sousa no fecho do Avante!

por Joffre Justino

Para o líder do PCP não é nos apoios aos jovens ou à fixação no Interior que está a resposta para a recuperação do país 

O secretário-geral do PCP defende  que com meros “anúncios repetidos” o país vai continuar na “cepa torta”, prometendo bater-se a todos os níveis na negociação com o governo do OE para 2022, lembrando a luta autárquica que está a começar.

“Não é em repetidos anúncios de programas governamentais de apoios aos jovens e ao interior que está a resposta”, considerou referindo-se  ao Programa Regressar e IRS Jovem anunciados há uma semana por António Costa.

Jerónimo de Sousa defendeu que “são as opções orçamentais e de défice que o atual Governo quer impor que limitam e emperram” o alcance das medidas propostas não esquecendo o Programa de Recuperação e Resiliência (PRR).

Para Jeronimo de Sousa o país “não precisa de mais do mesmo, mas de se libertar do ciclo vicioso da política de direita e dos problemas acumulados que criou”.

“Não encontramos no PRR, nem no Portugal 2030, por mais transições que estes proclamem. Ao contrário da propaganda, o PRR não é o instrumento capaz de imprimir as alterações estruturais de que o país precisa. O PRR não parte das necessidades do país, mas das imposições da União Europeia. Por mais milhões que possam ser anunciados (…), sem uma profunda alteração das políticas o país não sairá da cepa torta”.

Jerónimo de Sousa defendeu o aumento geral dos salários de todos os trabalhadores e em especial do Salário Mínimo Nacional “para 850 euros”, assim como a valorização das carreiras.

“O combate à precariedade e à desregulação dos horários de trabalho não se faz sem confrontar o grande capital e tomar partido por quem trabalha”, recordou.

Sobre as autárquicas que se aproximam Jerónimo de Sousa notou que a CDU “a sua própria sigla e símbolo” e os seus candidatos não se “escondem, como outros fazem, em arranjos de circunstância e falsas listas de independentes”.

“A CDU responde pelo que é”. 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.