Home Covid-19 Ao que parece a posição dos peritos “não aponta para a necessidade de encerramento” das escolas… mas a Presidência essa ficou fechada pelo Covid!

Ao que parece a posição dos peritos “não aponta para a necessidade de encerramento” das escolas… mas a Presidência essa ficou fechada pelo Covid!

por Joffre Justino

Antonio Costa defendeu  que a vontade do Governo é que a atividade escolar possa continuar “a decorrer com normalidade”, o que não tem o nosso total acordo 

Para o ter seria essencial incutir mais disciplina no ambiente social e escolar o que não acontece … 

Segundo o primeiro-ministro afirmou,  entre os peritos a posição mais consolidada aponta no sentido de manter os estabelecimentos de ensino abertos num novo confinamento e adiantou que essa é também a vontade do Governo e  não quis antecipar o teor das decisões finais que o governo  tomará na quarta-feira, no âmbito da regulamentação do novo decreto presidencial de prorrogação do estado de emergência em Portugal.

“Mas a posição mais consolidada por parte dos peritos não aponta para a necessidade de encerramento dos estabelecimentos escolares. A vontade do Governo é que a atividade escolar possa continuar a decorrer com normalidade”, assumiu assim o líder do executivo.

Perante a possibilidade de uma requisição civil dos privados da saúde, para superar a pressão dos hospitais públicos no internamento de doentes de Covid-19, o primeiro-ministro falou apenas em “negociações” entre Estado e privados. “Há já vários convénios assinados, sobretudo nas regiões Norte e Centro. Esses convénios têm estado a ser utilizados”, referiu e anunciando que “estão negociações em curso relativamente à utilização de novas capacidades na Região de Lisboa e Vale do Tejo”.

“Falo da capacidade privada do ponto de vista hospitalar. Há outras áreas em que o trabalho com o setor privado tem sido excelente, como ao nível da capacidade de testagem. Ainda nas últimas semanas atingimos o recorde de 52 mil testes num único dia. Tem sido possível conjugar a capacidade de testagem dos setores público e privado, mas também com as universidades e politécnicos”

Mas lá está a Presidência da República para mostrar que o covid não é sectário nas pessoas que ataca do PR às pessoas que vão para o emprego de comboio autocarro  ou metro!

Já quem diga que o teste positivo “chega” mesmo a jeito para que não seja necessário ao cidadão selfies ter de viver mais tempos de campanha! Nós ainda estamos a acreditar que o vírus entrou mesmo em Belém! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.