Home Activismo Não esquecer Mário Soares

Não esquecer Mário Soares

por Joffre Justino

Há quatro anos, a 7 de Janeiro de 2017, morreu o meu pai, Mario Soares. Saudade.”

( João Soares no facebook) 

Meu caro João Soares,

Tive a honra de entrar para o PS pela mão do António Janeiro, o melhor exemplo de sindicalismo que conheci e do teu pai, mas confesso que a minha admiração por ele vem do exemplo de luta democrática que imparávelmente desenvolveu!

Luta que não foi somente portuguesa foi internacionalmente solidária e não esqueço por isso esse seu combate pela Democracia também em Angola ( aliás como foi teu também esse combate) 

Lembro o teu pai numa sessão da CEUD onde fui com o meu pai e um tio avô Artur Valença socialista republicano e antifascista com um discurso antifascista bem duro até sobre as colónias 

Recordo o seu prolongado combate anti fascista, como recordo os seus apelos à unidade das Esquerdas e ao mesmo tempo a sua convicção na luta por uma Democracia em Portugal que o colocou na liderança do combate ao radicalismo populista nascido em 74/75 e incentivado até no PCP que só foi travado em cima do 25 de novembro entregue que foi Angola ( e as restantes ex-colónias) ao sovietismo 

Lembro o apoio do teu pai ao Congresso dos quadros angolanos liderado pelo comum amigo Vitor Ramalho em tempo em que sonhou ser possível a Democracia no meu país de paixão e recordo o ódio ridículo existente no mpla de dos santos ao teu pai feito entre calúnias do mais baixo calibre 

Lembro o apoio do teu pai nos últimos anos à unidade das Esquerdas em várias intervenções então já o Mais Velho de tantos de nós os que combateram a Guerra Colonial e o Fascismo e entre tanta lembrança termino como tu – Saudade de Mário Soares ! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.