Home África A Republica Democrática do Congo em estado de desastre !

A Republica Democrática do Congo em estado de desastre !

por Joffre Justino

Eis o mais recente episódio de ataque de uma organização aliada ao chamado Estado Islâmico na África Central e no mínimo foram mortas  24 pessoas num ataque dos rebeldes ugandenses das Forças Democráticas Aliadas (ADF) na província de Kivu do Norte, a leste da República Democrática do Congo (RDC), informaram as autoridades congolesas na sexta-feira.

O ataque ocorreu no último dia do ano a cerca de 8 km da localidade de Eringeti, território Beni, quando um grupo de agricultores que se dirigiam para o campo foram surpreendidos pelos rebeldes e decapitados, disse o delegado do governador de Eringeti, Sabiti Njiamoja que disse à imprensa: “Ontem eu disse a vocês que havia 16 mortos e aqueles corpos estão a caminho de Eringeti. Outros ainda estão na floresta, haverá cerca de vinte corpos, todos mortos por combatentes do ADF.”

Além disso, um grupo de pessoas, na maioria agricultores, foi sequestrado pelos agressores e o Exército está a fazer buscas na área, confirmou Njiamoja.

LDEKEzb5_x96.jpg

MONUSCO

@MONUSCO

·

Dec 23, 2020

Em resposta aos recentes ataques contra assaltantes contra civis, soldados da paz nepaleses patrulham a pé e de carro na zona de Marabo para garantir a proteção de civis. # A4P

“É complicado! Esta situação está a criar um grande pânico em Eringeti … Apresentamos as nossas condolências ao povo de Eringeti, porque é uma situação devastadora”, disse o delegado do governador da localidade.

O ADF começou sua campanha violenta em 1996 no oeste de Uganda como uma resposta política ao presidente de Uganda, Yoweri Museveni, a quem acusou de ir contra os muçulmanos, mas o exército de Uganda forçou sua retirada para a fronteira com o então Zaire (em 1997 mudou seu nome oficial para República Democrática do Congo, após a queda de Mobuto Sese Seko).

LDEKEzb5_x96.jpg

MONUSCO

@MONUSCO

On December 21, 2020,  #MONUSCO

 Indian

  peacekeepers evacuated to Goma, in #NorthKivu (#DRC

), a nine-year-old child, seriously injured by gunshot in the village of Lukweti, in Masisi territory. #A4P

https://pbs.twimg.com/amplify_video_thumb/1343544157122473984/img/4GRSy3_6OPgMzZYq?format=jpg&name=small

De lá, realizam incursões em território congolês, que incluem saques de alimentos.

O seu programa é confuso pois além de uma possível conexão com a organização jihadista Estado Islâmico, o seu “modus operandi” consiste em atacar e esconder-se graças a uma geografia montanhosa, o que lhes permite escapar das operações do exército congolês e da missão das Nações Unidas (ONU) no terreno.

O nordeste do Congo Kinshasa está mergulhado em conflitos há anos alimentados por milícias rebeldes e ataques de soldados do exército regular, apesar da presença da força de paz da ONU, que tem mais de 15.000 soldados destacados no país e em boa parte dada a degradação do Estado congolês em consequência do desastre da gestão do clã Kabila uns durante muito tempo dos aliados do clã dos Santos 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.