Home Activismo Utilizar Deus para ganhar votos… o cinismo de um pecador!

Utilizar Deus para ganhar votos… o cinismo de um pecador!

por Joffre Justino

Vejamos esta noticia de arrogância feita, 

“O candidato presidencial André Ventura esteve esta manhã em direto na Rádio Observador a ser entrevistado. 

Começou por dizer que “sente” que foi Deus que lhe confiou a a “missão de transformar” o país e que o crescimento rápido do Chega foi um “milagre da ascensão política”. O candidato presidencial diz mesmo que não tem medo de “falar de Deus” e que não acha que falar de Deus “viola a laicidade do Estado”.”

(Dos media)

Pois pobre de Deus como ja estará farto de tantos que o põem na boca por pôr porque fica bem …

Vamos começar por recordar que a Deus o que é de Deus e a César o que é de César, porque as coisas do mundo são na base do livre arbítrio por nós humanos tratadas, caso contrário não haveria essa maravilhosa dolorosa solução do livre arbítrio e tentar misturar as crenças que tenhamos como a gestão do mundo como se de fé se tratasse e como se estivéssemos perante um profeta!

Mas vejamos – o sr Ventura diz-se detentor de uma missão que lhe foi entregue por Deus, essa universal Entidade que pôs Jesus Cristo a lidar com amor junto dos estrangeiros ou estranhos ou marginalizados como os samaritanos, ou os romanos, ou os eunucos …

Bem, então como se pode ele pensar ter uma missão de Deus quando rejeita o diferente, o Outro o que até convive com ele o que como ele tem um pouco do seu sangue no seu interior!?

Portugal é felizmente entre todas as humanas asneiras e virtudes um país mestiço que das melhores e das piores maneiras se espalhou planeta fora se misturou por todas as etnias possíveis do mundo entre puro sexo e puro amor !

Não, o sr Ventura é um banal cidadão, sem nenhuma missão vinda de Deus, mas sim da sua tola e pequenina humana mente como a de todos nós, que se envergonha de ser como todos nós, de origem portuguesa, mestiço, de árabe e judeu, de negro e asiático, de índio e sei lá que mais! ( e entre tal, sim repito, sim a comunidade cigana!) 

Deixemos Deus de fora das ambições de um cidadão que felizmente vale um deputado ( ele próprio) e pouco mais nos Açores e que representa os pides os filhos e netos dos pides e  seus bufos e nada mais, no direito que têm de finalmente terem a coragem de se assumirem num país que ao democratizar-se depois de 48 anos da burra e incompetente ditadura fascista que em 48 anos deixou miséria ignorância uma guerra colonial perdida e 60 Km de autoestrada!

Já era tempo de darem a cara para que saibamos quem são e cara na cara os derrotarmos e em especial esse arrogante missionário de tudo, menos de Deus, tal como os cerejeiras cardeais ou não eram de tudo menos de Deus ! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.