Home Activismo 16 dias de ativismo contra a violência de género

16 dias de ativismo contra a violência de género

por Rita Cassia Silva

Informação da Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto (APDMGP)

16 dias de ativismo contra a violência de género é uma campanha internacional que tem lugar anualmente, entre o dia 25 de novembro, Dia Internacional para a Eliminação de Violência contra as Mulheres, e o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, lançando luz sobre o facto de que a violência contra mulheres é a violação mais generalizada dos direitos humanos em todo o mundo.

Esta campanha foi criada pela secretaria-geral das Nações Unidas UNiTE e o tema para 2020 é “Orange the World: Fund, Respond, Prevent, Collect!

“Há exatamente um ano atrás, a Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto (APDMGP) lançou a segunda edição do seu questionário Experiências de Parto em Portugal, desta vez sobre o período 2015-2019, com o objetivo de conhecer, na primeira pessoa, as experiências sob o ponto de vista das características do parto e da satisfação pessoal com o mesmo, assim como eventuais situações de abuso ou desrespeito que possam ter sido vivenciadas no seu decorrer.

Durante estes 16 dias, vamos divulgar pela primeira vez os dados provenientes das 7555 respostas obtidas, incidindo sobre os seguintes temas :- Plano de Parto- Acompanhantes no parto- Doula- Profissionais e sua importância- Indução- Cesariana- Posição: (durante o TP e durante a expulsão)- Consentimento- Tipo de Parto- Contacto com o bebé- Perceção da mulher relativamente à sua experiência- Desrespeito, abuso e discriminaçãoA Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto COVID-19 uma pandemia global no dia 11 de março de 2020. A par do avanço da pandemia, vivemos uma verdadeira pandemia de abuso, desrespeito e violência contra as mulheres, com um aumento exponencial de violações dos direitos das mulheres, por todo o mundo.

A violência obstétrica, uma forma de violência de género que acontece no contexto da assistência à gravidez, parto e pós-parto, não foi exceção. Mais do que nunca é importante assegurar que os direitos das mulheres e as recomendações da OMS estão a ser respeitados.É o nosso desejo que nestes 16 dias de ativismo possamos informar e consciencializar famílias, profissionais de saúde e todas e todas/os aquelas/les que se interessam e se relacionam com estas temáticas sobre a importância de se nascer com respeito, direitos e saúde.

Para isso, a par do lançamento dos dados do questionário, convidámos oradores e oradoras que fazem da defesa dos direitos das mulheres o seu dia-a-dia, e que todos os serões pelas 21h horas vão falar sobre um destes temas num Direto pelo Instagram e Facebook.

Watch this space! 😉

#OrangeTheWorld

#PartoRespeitado

#DireitosDasMulheres

#APDMGP

#ExperiênciasDePartoEmPortugal

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.