Home Activismo Se o Bolsonarismo foi derrotado nas municipais brasileiras de domingo, 15.11, as Esquerdas ficaram infelizmente longe de uma vitoria!

Se o Bolsonarismo foi derrotado nas municipais brasileiras de domingo, 15.11, as Esquerdas ficaram infelizmente longe de uma vitoria!

por Joffre Justino

Nas municipais de 15.11 e segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o DEM, direita, ganhou 458 prefeituras, 190 a mais do que em 2016, mostrando um crescimento de 70,9%, o PP, direita, foi o segundo partido que mais cresceu, somando agora 672 prefeituras, 177 ou 35,8% a mais do que há quatro anos, o PSD passou de 539 prefeituras em 2016 para 640 em 2020, um crescimento de 18,7%, já o PSDB encolheu 37,7% de 799 para 497 prefeituras, o MDB, 26,6%, de 1.044 para 766 prefeituras, o PT passou de 254 prefeituras, em 2016, para 189 em 2020, 25,5% a menos, e se em 2016, o PSOL elegeu 22 vereadores e vereadoras nas 26 capitais do país e em 2020 número saltou para 33.

Assistimos pois, com dor, a uma derrota petista a maior das últimas décadas e a um crescimento dos partidos das Direitas que se afastaram do Bolsonarismo.

Um  analista o professor da USP Lincoln Secco aponta que o principal erro do PT foi não ter disputado  este combate politico nas principais cidades com candidatos como em São Paulo que estivesse na memória do eleitor e que dialogasse com a classe média progressista.

“Esse candidato era o Fernando Haddad. Ele é o grande derrotado desta eleição e agora vai desaparecer como uma figura nacional. O PT fez um cálculo político de que o Haddad poderia perder, mas o que ele não colocou nesse cálculo foi que outra pessoa de esquerda poderia vencer no lugar dele, no caso o Boulos. Porque ir para o segundo turno já é uma vitória”, afirmou Secco dando relevo ao lider do PSOL e o ex-presidente Lula também sai derrotado nestas eleições por ter “vendido” Jilmar Tatto como o nome forte do partido.

Ora o candidato petista Jilmar Tatto ficou em 6º lugar no pleito na capital paulista, com apenas 8,6% dos votos, atrás de nomes como Arthur do Val (Mamãe Falei), com 9,7% e Celso Russomanno, 10,5% sendo a primeira vez desde 1988 que um candidato do Partido dos Trabalhadores não fica em primeiro ou segundo nas eleições em São Paulo, mas numa linha de unidade o candidato derrotado do PT, Jilmar Tatto já se colocou à diposição de Guilherme Boulos (PSOL), numa via para uma aliança da esquerda na segunda volta em São Paulo. 

Outros analistas acentuam que resultados da primeira volta das eleições municipais, apontam para um regresso do eleitorado  à política mais tradicional, como refere o sociólogo Clemente Ganz Lúcio. 

 Entretanto Manuela D’Ávila lider do PCdB surge vencedora contando já com o apoio do PSOL,  “Havia um grande temor de que aquele movimento [bolsonarista] tivesse uma grande expressão [nas eleições municipais]” mas esta líder do PCdB pode vencer à segunda volta  “juntos e juntas poderemos vencer as eleições e transformar Porto Alegre”. um deslocamento para a política mais tradicional”, avalia.

No Rio Eduardo Paes, dos Democratas, e Marcello Crivella, dos Republicanos farão a segunda volta num debate entre Direita e extrema direita fanática evangélica!

Lamentavelmente, as Esquerdas brasileiras, como aliás as dos restantes países continuam demasiado centradas nos umbigos partidários e na perceção estritamente nacional pondo na realidade muito em causa a visão transnacional necessária para os combates de hoje onde se cruzam quase sempre o local e o global

Deixamos a seguir os resultados ou as idas à segunda volta nas cidades do Brasil mais conhecidas no exterior, 

Região Norte

– Belém (PA) – Edmilson (PSOL) e Delegado Federal Eguchi (Patriota) se enfrentam no segundo turno

– Manaus (AM) – Amazonino Mendes (Podemos) e Davi Almeida (Avante) disputarão segundo turno

– Macapá (AP) – Eleições foram adiadas por causa do apagão.

Região Sul

– Curitiba (PR) – Rafael Greca (DEM) é reeleito prefeito.

– Florianópolis (SC) – Gean Loureiro é reeleito prefeito.

– Porto Alegre (RS) – Segundo turno será disputado entre Manuela D’Ávila e Sebastião Melo

Região Sudeste

– Belo Horizonte (MG) – Kalil é reeleito no primeiro turno em Belo Horizonte com 63,3% dos votos

– Rio de Janeiro (RJ) – Eduardo Paes (37%) e Marcelo Crivella (21,8%) vão para o segundo turno

– São Paulo (SP) – Bruno Covas (32,8%) e Guilherme Boulos (20,2%) disputarão o segundo turno em São Paulo

– Vitória (ES) – Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT) vão para o segundo turno

Região Nordeste

– Aracaju (SE) – Prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) enfrentará Delegada Danielle (Cid) no segundo turno

– Fortaleza (CE) – Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros) disputarão segundo turno

– João Pessoa (PB) – Disputa em segundo turno será entre Cicero Lucena (PP) e Nilvan Ferreira (MDB)

– Maceió (AL) – Maceió terá segundo turno entre Alfredo Gapar (MDB) e JHC (PSB)

– Natal (RN) – Álvaro Dias (PSDB) é reeleito em Natal (RN)

– Recife (PE) – Confirmado segundo turno entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) em Recife (PE)

– Salvador (BA) – Bruno Reis (DEM) é eleito prefeito

– São Luís (MA) – Segundo turno entre Eduardo Braide (Podemos) e Duarte (Republicanos)

Região Centro-Oeste

– Goiânia (Goiás) – Segundo turno será entre Maguito Vilela (MDB) e Vanderlan Cardoso (PSD)

titas- vossa excelencia

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.