Home Opinião Sindicato considera correta a decisão da ministra da Cultura sobre Sé de Lisboa

Sindicato considera correta a decisão da ministra da Cultura sobre Sé de Lisboa

por Joffre Justino

O Sindicato dos Trabalhadores de Arqueologia (STArq) considerou “correta” a decisão ministerial de manter no local os vestígios arqueológicos islâmicos encontrados na Sé de Lisboa, disse o seu presidente.

thumbs.web.sapo.io.jpg

À Lusa, o dirigente do STArq, Regis Barbosa, defendeu a decisão da ministra da Cultura, Graça Fonseca, anunciada na quarta-feira, “é a correta e devia ter sido tomada há muito mais tempo”.

Regis Barbosa entretanto criticou a atuação da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) pois “não defendeu o património como determina o seu papel”

O responsável contestou a construção de um edifício de betão, o criptopórtico, previsto para o claustro da Sé, e defendeu uma maior participação dos trabalhadores de arqueologia, nomeadamente os conservadores-restauradores, “com a necessária autonomia” nas reuniões de obra.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.