Home Opinião Por causa do Covid-19 em Portugal a Europa classifica Norte, Centro, Lisboa e Algarve com risco vermelho

Por causa do Covid-19 em Portugal a Europa classifica Norte, Centro, Lisboa e Algarve com risco vermelho

por Joffre Justino

Este Risco vermelho está, no entanto, longe de ser um exclusivo português e afeta mais 12 países europeus mas no que respeita a esta indicação de risco vermelho tem em Portugal em cima dela hoje 11 mortes e 2101 novos casos, segundo o mais recente balanço da DGS mesmo que com 55.081 pessoas a conseguirem recuperar da doença o que vai mais uma vez afetar enormemente a economia 

A verdade é que o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) publicou o primeiro mapa das zonas de risco da Covid-19 depois da decisão dos vários países da União Europeia de adotarem critérios comuns na definição de restrições às viagens.

O mapa em causa será publicado uma vez por semana atendendo a dois indicadores: o número de casos positivos nos últimos 14 dias por cem mil habitantes e a percentagem de testes feitos que deu teve resultado positivo.

Marcado com três cores, verde, laranja e vermelho, das regiões com menor para maior risco e das sete regiões portuguesas quatro recebem, neste primeiro mapa, o sinal de maior risco e são elas as regiões Norte, Centro, Algarve e Lisboa e Vale do Tejo.

Ou seja, nestas quatro regiões nacionais há mais de 50 casos considerados ativos (aqueles detetados nos últimos 14 dias) por cada cem mil habitantes e a taxa de positividade é superior a 4% (os limiares para a cor vermelha).

Já os Açores, a Madeira e o Alentejo recebem a cor laranja o que representa um risco intermédio e a cor vermelha de quatro regiões portuguesas não é um exclusivo nacional pois afeta todas as regiões de vários outros países da União Europeia.

A vermelho surgem assim Espanha, França, Reino Unido, Irlanda, Polónia, República Checa, Hungria, Eslovénia, Eslováquia, Croácia, Roménia e boa parte da Bulgária.

image.aspx.png

Estranhamente a Itália apresenta em quase todas as regiões a cor laranja, tal Chipre e os três países Bálticos (Lituânia, Letónia e Estónia), enquanto na Grécia, Finlândia e Noruega as regiões dividem-se entre as cores verde e laranja.

Para a Suécia, Dinamarca, Alemanha e Áustria os dados disponíveis não são considerados suficientes para o ECDC atribuir um grau de risco ao estado da pandemia nesses países.

Entretanto em Portugal há um recorde de novos casos de Covid-19 nas últimas 24 hora com 11 mortes e 2101 novos casos, segundo o mais recente balanço da DGS. 

Até ao momento, 55.081 pessoas conseguiram recuperar da doença.

O total de pessoas infetadas pela doença até agora é de 93.294, mais 2101 como vimos do que nas últimas 24 horas havendo 36.085 casos ativos.

A região Norte identificou o maior número de novos casos, 1146 a região de Lisboa e Vale do Tejo teve 733 doentes nas últimas 24 horas os hospitais portugueses contam agora com mais 36 doentes internados, quatro dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) havendo um total de 993 internados, 139 em UCI e 51.601 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde.

Na posição comum assumida no início da semana pelos vários países da União Europeia os governos acordaram que será este mapa, feito semanalmente pelo ECDC, a servir de base às restrições às viagens dentro do espaço europeu, ou seja, à aplicação de medidas como quarentenas ou testes.

Apenas em relação às regiões verdes os países comprometeram-se a não aplicar qualquer tipo de restrições.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.