Home Internacional Joe Biden lidera as sondagens no seu combate quase guerra contra Donald Trump sobre a próxima eleição presidencial.

Joe Biden lidera as sondagens no seu combate quase guerra contra Donald Trump sobre a próxima eleição presidencial.

por Nardia M

Tal não garante a vitória do candidato democrata e recordemos Hillary Clinton que também teve uma clara vantagem sobre Trump nas pesquisas durante quase toda a campanha de 2016 e acabou por perder no colégio eleitoral.

Na verdade o sistema de votação presidencial atribui a cada estado um número de votos do colégio eleitoral, que vão para o vencedor do estado, independentemente da margem de vitória, e há um punhado de estados indecisos  que provavelmente decidirão a eleição e serão fortemente alvo dos candidatos.

Num acompanhamento diário o Guardian apresentou uma média contínua de 14 dias das pesquisas em oito estados indecisos acompanhando  como a corrida se desenvolve nas regiões que tenderão a decidir a eleição, e em seis de oito estados aqueles que mudaram para Trump em 2016 depois de apoiar Barack Obama em 2012 aos que se adicionaram Arizona e Carolina do Norte pois eles podem dizer muito sobre uma paisagem eleitoral em mudança já que eles podem emergir como novos estados decisivos vitais este ano.

Apresentemos as últimas sondagens com as ressalvas acima 

Florida

29 electoral votes

Trump

42%

Biden

47%

+5,0 pp

Pennsylvania

20 electoral votes

Trump

44,1

Biden

Biden

51,1

+7.0pp

Ohio

18 electoral votes

1

Trump

46%

Biden

50%

a 8 out

Trump

+1.8pp

Michigan

16 electoral votes

16 jul

Trump

50%

Biden

45%

9 out

Biden

+7.3pp

North Carolina

15 electoral votes

6 out

Biden

+3.2pp

Arizona

11 electoral votes

8 out

Trump

48%

Biden

44%

Wisconsin

10 electoral votes

8 out

Biden

+5.8pp

Iowa

6 electoral votes

9 out

Trump

+0.4pp

Donald Trump está a ficar sem tempo para mudar a atual trajetória da eleição presidencial, após uma semana em que se retirou de um debate agendado para 15 de outubro, e quando o vice-presidente Mike Pence aparentemente não conseguiu conquistar mais eleitores durante o debate na semana passada. 

As pesquisas ficaram tão unilaterais que os republicanos temem uma “onda azul” democrata em novembro com o controle do Senado também em jogo.

A média atual das sondagens dão uma vantagem de 10,6 pontos a favor do ex-vice-presidente Biden e da companheira de lista a senadora Kamala Harris.

A 29 de setembro, essa diferença era de apenas 6,1 pontos e só mais um grande evento programado se mantém no calendário antes do dia das eleições em 3 de novembro, o último debate em 22 de outubro.

Nas duas sondagens divulgadas recentemente, que foram apresentadas após o debate dos Vice presidentes a margem Biden-Harris é na verdade maior do que a média atual, em 11,5 pontos e de 12 no ABC / Washington Post ou 11 no IBD / TIPP).

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.