Home Brasil O autodenominado católico opusdeista Steve Bannon, libertado da prisão sob fiança gera incomodo por todo o lado!(1)

O autodenominado católico opusdeista Steve Bannon, libertado da prisão sob fiança gera incomodo por todo o lado!(1)

por Joffre Justino

Estavamos em  2016, com Trump na presidência dos Estados Unidos, e nasce um movimento conservador para combater um suposto marxismo cultural com à frente o estratega (dizem) da campanha de Trump, Steve Bannon,  movimento que organiza representantes nos paísee em que Bannon e o seu ultra direitismo consegue entrar e no Brasil, nada como o deputado federal Eduardo Bolsonaro, PSL, mais conhecido por ser filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), relação que ressurgiu depois da prisão de Bannon por corrupção.

E vendo o Metrópoles,  as postagens de Eduardo Bolsonaro sobre Bannon no Twitter e delas constatamos a dependência ideológica do primeiro para com o segundo em 10 posts.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro  registrou seis encontros com Bannon entre 3 de agosto de 2018, quando o conheceu, e 27 de fevereiro deste ano, última vez em que postou uma foto com ele. Das 10 postagens, apenas uma não falava sobre uma reunião entre eles já que anunciava a vinda de Bannon ao Brasil.

A relação inicia-se em agosto de 2018, com Bolsonaro ainda simples candidato à Presidência da República, mas a liderar as pesquisas de opinião com o jovem Eduardo a postar uma foto com Bannon no dia em que o conheceu.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

Conheci hj Steve Banoon @SteveKBannon ,estrategista da campanha d Trump @realDonaldTrump .Conversamos e concluímos ter a mesma visão de mundo.Ele afirmou ser entusiasta da campanha d Bolsonaro e certamente estamos em contato p somar forças,principalmente contra marxismo cultural.

DjtAXJHW4AAR21J.jpg

9:50 PM · 3 de ago de 2018 em Manhattan, NY

A seguir em novembro do mesmo ano, com o paizinho já eleito e a ocupar o Palácio do Planalto há o jantar de aniversário de Bannon.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

Estive hoje no jantar de aniversário de Steve Bannon

 @SteveKBannon , pessoa ícone no combate ao marxismo cultural e a quem desejo muitas felicidades. Parabéns!

DtECZkcWkAA7qac.jpg

4:32 AM · 28 de nov de 2018 em Washington, DC

Dois meses depois, principios de 2019, o filhote Eduardo foi escolhido para liderar o movimento de Bannon na América Latina segundo mais um tweet.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

(POR) Satisfação em ser o líder do The Movement para América Latina ao lado de Steve Bannon @SteveKBannon .

(ENG) Satisfaction in being the head of The Movement for Latin America, Steve Bannon’s group.

DyRrArZXgAANfub.jpg

11:23 PM · 31 de jan de 2019 em Brasília, Brasil

E em fevereiro de 2019, o Eduardinho postou falando de uma conversa que teve com Bannon e publicou uma foto de ambos para prová-lo.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

(POR) Bate papo agradável agora com Steve Bannon, unindo forças contra o domínio cultural esquerdista/marxista.

(ENG) Nice conversation now with Steve Bannon, joining forces against leftist/marxist cultural dominance.

D0NoxnhX4AA3wkC.jpg

1:06 AM · 25 de fev de 2019 em Washington, DC

Sete meses depois, em setembro de 2019 novo post sobre a Amazônia.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

Prazer encontrar hoje com Steve Bannon e conversar, dentre outros temas, sobre como a Amazônia é usada pelo establishment internacional (globalistas)  para atacar o Brasil e o Presidente Bolsonaro.

EFMJp1hXYAMep0r.jpg

1:37 AM · 24 de set de 2019

Menos de duas semanas depois, em outubro do mesmo ano, nova postagem sobre Bannon onde se anunciava a visita do ex-estratega  de Trump ao Brasil.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

Steve Bannon, publicitário responsável pela vitoriosa campanha presidencial de Trump nos EUA em 2016, vem ao Brasil em novembro.

Aguardem pois novidades vem aí, nesse movimento conservador que agora é mundial. @marciobittar

AVFWuYuj.jpg

Steve Bannon participará de seminário na Comissão de Relações Exteriores

senado.leg.br

6:18 PM · 3 de out de 2019 em São Paulo, Brasil

A última menção de Eduardo Bolsonaro a Bannonem 2020  foi feita em uma foto em que o deputado aparece ao lado do político conservador do Reino Unido, Nigel Farage.

VKd1Gkla_reasonably_small.jpg

Eduardo Bolsonaro

1f1e7-1f1f7.svg

@BolsonaroSP

Ao lado de 

Steve Bannon e 

 @Nigel_Farage assistindo o discurso de 

Laura Ingraham @IngrahamAngle .

Lá também estavam conservadores /nacionalistas da 

Espanha

Suécia

Finlândia

Itália

Estônia, 

Bélgica

Alemanha

República Tcheca

México e 

França.

ERwTiDPXUAA7LHC.jpg

4:15 AM · 27 de fev de 2020 em Washington, DC

Agora chegou o desaire neste namoro pois Bannon foi detido sob a acusação de fraude e desvio de dinheiro da campanha para construção de um muro na fronteira dos EUA com o México  tendo sido solto na noite desta quinta-feira contra uma fiança nada pequena – de 5 milhões de dólares― nascendo pois uma notícia pesadelo para o Planalto de  okJair Bolsonaro, ( e para Trump e para os ultradireitistas do Vaticano) 

Os sinais de proximidade entre estes conspiradores nunca foram escondidos eram sim relevados por todas as partes envolvidas direta e indiretamente no tal “movimento “!

Bannon que surgiu à tona da onda por ser fundador do Breitbart News, um site de extrema direita célebre pela disseminação de notícias falsas e conteúdos de cunho racista e centrando esforços em difamar políticos democratas americanos  e difundir teorias sobre uma hipotética conspiração global de esquerda contra o que chamava de “valores tradicionais americanos”.

Esta estratégia inspirou a atuação digital do bolsonarismo no Brasil e meses depois da eleição de Trump, o vereador Carlos Bolsonaro iniciava um processo de recrutamento de apoiadores em várias regiões do país para construir a rede de sustentação da campanha via Internet do pai sendo que o filhote Carlos mantém, alguma distância facd a Bannon sendo o Eduardinho, o chanceler Ernesto Araújo e o assessor da Presidência para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, a ligação com o ultraconservador norte-americano sabendo-se que este Martins é discípulo do filósofo Olavo de Carvalho, que, em março de 2019 se sentou ao lado de Bannon num jantar de gala entre conservadores, incluindo Jair Bolsonaro, na primeira viagem oficial do presidente aos Estados Unidos.

Tal qual Bannon, o guru ideológico do bolsonarismo lançou um site de notícias no fim do ano passado tambem para divulgar informações falsas ou distorcidas sobre a pandemia de coronavírus, o portal batizado de Brasil Sem Medo, de linha editorial boldonarista , virou alvo do Sleeping Giants Brasil, movimento que, nos Estados Unidos, foi responsável por tirar mais de 50 milhões de reais de publicidade digital do Breitbart News.

O início de 2019  viu surgir o anúncio de Eduardo Bolsonaro enquanto embaixador sul-americano do The Movement (O Movimento), criado por Bannon para unir lideranças ultradireitistas mundiais e encabeçada por Marine Le Pen (França), Matteo Salvini (Itália) e Viktor Orbán (Hungria). 

Por isso certamente num dos jantares de confraternização organizados Bannon ex-funcionário de Trump, que reuniu políticos europeus e latino-americanos, o filhote Eduardo comentou que “não estamos sozinhos no mundo”, neste encontro da direita fascista.

Em setembro desse ano, o fascista estratega político contribuiu, via o Eduardinho e Ernesto Araújo, para o discurso de Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU e em fevereiro de 2020 o deputado federal registrou a última reunião presencial com Bannon, novamente um jantar do The Movement, em Washington onde se saudou o britânico Nigel Farage pelo empenho na aprovação do Brexit

Apesar de demitido do Governo e de se ter afastado de Trump, o agitador da extrema direita detido nesta quinta continuou a ser a ponte ideológica entre Bolsonaro e Trump e dele nasceu o lema do movimento que pretende aglutinar governos nacionalistas populistas: “Você não está sozinho”. 

Curiosamente nenhuma das personalidades envolvidas se manifestou sobre sua prisão, nem mesmo os fiéis discípulos da família Bolsonaro.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.