Home Cidadania Mãe incógnita? E não têm de Pedir Desculpa às Mães, Filhos e Netos oh Estado, oh igreja católica?

Mãe incógnita? E não têm de Pedir Desculpa às Mães, Filhos e Netos oh Estado, oh igreja católica?

por Joffre Justino

Via a Simone, na sua entrevista de hoje ao DN, 01.08.2020, recordamos esse drama das mães ofendidas pelo luso Estado salazarento, e pela sua concordatada  igreja, a católica – as mães inexistentes porque não reconhecidas pelo Estado e pela igreja católica durante 48 anos!

Na realidade  nunca vimos em Portugal um pedido de desculpas nem do Estado nem da dita “santa madre” igreja e pior ainda, não vimos nenhum partido a exigir na AR uma indemnização, moral que seja às mães, aos filhos e netos envolvidos nesta brutal discriminação fascio-católica. 

Estamos convictos que do ponto de vista cultural seria libertador para, garantimos uns 10% da população lusa, esse pedido de desculpas e essa que seja moral indemnização às mães filhos e netos vivos alvo dessa ofensa perpetrada pelo Estado, pela igreja católica e sob as ordens dessa vaticanista igreja! 

A Simone sofreu brutalmente enquanto mãe clandestina como se lê no DN e como ela em 48 anos nunca menos de 1 milhão de Mulheres, Mães nunca menos de mais de 1 milhão de filhos e nunca menos de uns bons 2 milhões de netos. 

Na realidade não haverá democracia socio cultural enquanto vivermos com “debaixo do tapete” essa escandalosa estatista – católica discriminação!

Simone grato pela sua coragem grato por afrontar o silêncio contra esse ainda Estado concordatado isto é, preso à discriminação sexista que nos leva em 2020 a ver a educação sexual, os direitos das Mulheres e das Minorias de sexo ainda hoje tão mal tratadas ! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.