Home América Latina Os EUA de Trump abusam da propaganda anti Venezuela ( José Luis Carneiro que acha?)

Os EUA de Trump abusam da propaganda anti Venezuela ( José Luis Carneiro que acha?)

por Joffre Justino

Claro que exigimos que o MNE, a começar por José Luís Carneiro hoje secretário geral adjunto do PS, tomem posição com esta abaixo descrita pretensão dos EUA de Trump.

O ministro das Relações Exteriores Arreaza lembrou que a Guiana “reconhece que recebeu o pedido de Washington e recusou-se a prestar-se para desestabilizar a Venezuela”, revelando que foi comprovada a queixa do presidente Nicolás Maduro sobre uma nova tentativa dos Estados Unidos de invadir o espaço da rádio venezuelana.

Em várias mensagens postadas na sua conta na rede social do Twitter no sábado, o ministro das Relações Exteriores disse: “A queixa do presidente @NicolasMaduro sobre a política ilegal anunciada pelos porta-vozes dos EUA para invadir nosso espaço de rádio está confirmada …O governo da Guiana reconhece que recebeu o pedido de Washington e recusou-se a desestabilizar a Venezuela”, acrescentou.

NM2anihW_reasonably_small.jpg

Jorge Arreaza M

@jaarreaza

Está confirmada a queixa do presidente @NicolasMaduro sobre a política ilegal anunciada pelos porta-vozes dos EUA para invadir nosso espaço de rádio. O governo da Guiana reconhece que recebeu o pedido de Washington e recusou-se a desestabilizar a Venezuela.

EdPBP55XYAAE2hx.jpg
EdPBQL0XYAEvvAb.jpg
EdPBQbUWsAEsmBM.jpg

9:16 p. m. · 18 jul. 2020

O governo venezuelano também publicou um memorando entre o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério das Telecomunicações da Guiana memorando que “confirma que o pedido do governo dos EUA de usar a infraestrutura da Guiana para transmitir ilegalmente o sinal @VOANoticias para o nosso país foi recebido e estudado”, disse o chefe da diplomacia venezuelana.

O jornal Chronicle revelou que o governo da Guiana rejeitou o pedido dos EUA de transmitir o conteúdo americano contra a Venezuela a partir do território da Guiana.

De acordo com o Chronicle, as autoridades dos EUA planeavam usar uma antena de onda média na Guiana para transmitir conteúdos da administração do presidente Donald Trump envolvendo a rádio da Venezuela.

O jornal revelou as declarações da diretora de Comunicações da presidência da Guiana, Ariana Gordon, que rejeitou o pedido, “Não é do nosso interesse nacional fazer algo que contribua para desestabilizar as relações com a Venezuela”, afirmou.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.