Home Direitos Humanos Nada como ser corporativista … até quanto ao Museu do Aljube! Rita Rato, parabéns!

Nada como ser corporativista … até quanto ao Museu do Aljube! Rita Rato, parabéns!

por Joffre Justino

Parece que a palavra Aljube, sendo de origem árabe, significa pode significar poço mas também prisão eclesiástica ainda que popularmente  signifique prisão política como o foi até 1965 … 

Note-se que no Aljube estiveram presos Mario Soares Emidio Guerreiro,  o Pavel, o Palma Inacio, Américo de Sousa, Carlos Brito e Rolando Verdial , Alfredo Caldeira, Borges Coelho, Arlindo Vicente, Alvaro Cunhal, Crisostomo Teixeira. Domingos Abrantes, Edmundo Pedro, Fernando Rosas, Francisco Miguel, Henrique Galvão, Jaime Serra, Joaquim Pinto de Andrade, Saldanha Sanches, josé Mario Branco, Miguel Torga , Mario Lino, etc…um leque variado de pessoas de origens politicas diversas, anarquistas, comunistas, nacionalistas angolanos, ou socialistas do vário leque deste campo… 

De qualquer forma o Museu do Aljube Resistência e Liberdade está dedicado à história e à memória do combate à ditadura salazarenta sendo um dos poucos instrumentos de reconhecimento da resistência em prol da liberdade e da democracia neste burocrático e ainda demasiado salazarento/cinzento país. 

Somos dos que se bateu pelo continuar o forte de Peniche enquanto Memória Antifascistas e se entristece com o caso do forte de Caxias e da sede da pide serem esquecidas na voragem de uma vida dita “democrática” mas onde os conservadores e liberais lusos atuais..  negam as suas raízes nos republicanos liberais e nem até em cidadaos como Humberto Delgado e Henrique Galvão 

Mas somos também dos que criticam o ‘modelo PCP’ do Forte de Peniche e onde se anulou tudo o que cheirasse a maoistas

Eus porque ao contrario dos corporativistas atuais saudamos a posse de Rita Rato no cargo de liderança do Museu do Aljube !

Na verdade temo-la visto onde deveria ser vista como por exemplo no apoio à luta antifascista anti bolsonaro mesmo que não a temos visto na luta pela democracia em Angola e como há que assumir achamos nós a rotatividade nestes cargos que em nada sao técnicos que em tudo sao políticos e ideológicos entendemos que Rita Rato foi bem escolhida para o cargo 

Claro que se exagerar  na visão pcp’ista da luta antifascista cá estaremos para a criticar mas por ora  é uma das pessoas certas para um museu histórico mas politico e ideológico por antifascista 

Sabemos que este edifício do Aljube é uma instalação prisional desde a ocupação muçulmana de Lisboa isto é desde o sécs. VIII – XII e depois usado como  como prisão eclesiástica,  ( e ainda palácio bispal) para vir a ser prisão para monárquicos e anarquistas I Republica e ao tempo salazarento como prisão para antifascistas 

Rita Rato parabéns! 

Carlos Paredes: Dança Dos Montanhenses

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.