Home Opinião Bolsonaro nas reuniões ministeriais é assim mesmo!

Bolsonaro nas reuniões ministeriais é assim mesmo!

por Joffre Justino

Entre as suas loucuras Bolsonaro criticou o sistema de inteligência brasileiro, bem como o que planeia a sua segurança. “Prefiro não ter informação do que ser desinformado por sistema de informações que eu tenho”.

Claro que tinha de chamar à liça o que apelidou  de perseguição aos seus parentes por parte de veículos de comunicação como uma suposta expulsão de seu irmão de 1 açougue por tentar comprar carne sem utilizar máscara. Bolsonaro falou que foi comprovado que seu irmão nem sequer estava no ambiente citado por reportagem do jornal Folha de S.Paulo, e que, mesmo assim, o caso ficou “por isso mesmo”, e cite-se, 

“Então, pessoal, muitos vão poder sair do Brasil, mas não quero sair e ver a minha irmã de Eldorado, outra de Cajati, o coitado do meu irmão capitão do Exército de … de … de … lá de Miracatu se foder, porra! Como é perseguido o tempo todo. Aí a bosta da Folha de São Paulo diz que meu irmão foi expulso dum açougue em Registro, que tava comprando carne sem máscara. Comprovou no papel, tava em São Paulo esse dia. O dono do … do restaurante do … do pa … de … do açougue falou que ele não tava lá. E fica por isso mesmo. Eu sei que é problema dele, né? Mas é a putaria o tempo todo pra me atingir, mexendo com a minha família”.

Bolsonaro informa que já tentou trocar “gente da nossa segurança no Rio de Janeiro”, no que ele acrescenta: “Não vou esperar foder a minha família toda …Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro, oficialmente, e não consegui! … Eu não vou esperar foder a minha família toda, de sacanagem, ou amigos meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence a estrutura nossa. Vai trocar! Se não puder trocar, troca o chefe dele! Não pode trocar o chefe dele? Troca o ministro! E ponto final! Não estamos aqui pra brincadeira”.

E é então que Bolsonaro bramou que irá “interferir em todos ministérios, sem exceção”

“É 1 apelo que faço a todos, que se preocupem com política, pra não ser surpreendido. Eu não vou esperar o barco começar a afundar pra tirar água. Estou tirando água, e vou continuar tirando água de todos os ministérios no tocante a isso. A pessoa tem que entender. Se não quer entender, paciência, pô! E eu tenho o poder e vou interferir em todos os ministérios, sem exceção. Nos bancos eu falo com o Paulo Guedes, se tiver que interferir. Nunca tive problema com ele, zero problema com Paulo Guedes. Agora os demais, vou! Eu não posso ser surpreendido com notícias. Pô, eu tenho a PF que não me dá informações.”

Reclama ainda da Abin a Agência Brasileira de Inteligência e do que chamou de “aparelhamento” do Estado que estaria dificultando seu acesso às informações.

“… ABIN tem os seus problemas, tenho algumas informações. Só não tenho mais porque tá faltando, realmente, temos problemas, pô! Aparelhamento etc. Mas a gente num pode viver sem informação. Sem info … co … quem é que nunca ficou atrás do … da … da … da … da … da … da … da porta ouvindo o que seu filho ou sua filha tá … tá comentando. Tem que ver pra depois que e … depois que ela engravida, não adianta falar com ela mais. Tem que ver antes … depois que o moleque encheu os cornos de … de droga, já não adianta mais falar com ele, já era. E informação é assim. Eu tava vendo, estudando em fim de semana aqui como é que o serviço chinês, \secreto, trabalha nos Estados Unidos”.

Bolsonaro diz que pode trocar até ministros: “Não vou esperar f. Minha família”

Que belo governo este de Bolsonaro que ouve e cala ! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.