Home Opinião A Pandemia Covid-19 e a economia

A Pandemia Covid-19 e a economia

por Joffre Justino

Infelizmente o  número de empresas que para sobreviverem à crise Covid-19 aderiram ao lay-off ultrapassou a barreira das 110 mil pondo em causa a laboração e parte dos salarios aos trabalhadores envolvidos numa empregabilidade que vai para cima de 1,3 milhões de pessoas, não estando claro todos com suspensão temporária do contrato de trabalho gerando um segundo drama sobre o drama sanitário

Seguindo as informações do ministério do trabalho apenas ficamos a saber o universo de funcionários com vínculo a empresas que aderiram ao lay-off mas este tem escalas e variantes (pode ser de horário total ou parcial, abrangendo o todo ou apenas parte da força de trabalho) que não são especificadas.

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) na semana passada anunciava um total de 650 mil pessoas efetivamente abrangidas pela medida podendo ter alterado a situação com o desconfinamento progressivo.

As atividades económicas que mais recorreram ao lay-off foram as indústrias transformadoras, com 10.852 empresas e onde trabalham 290.163 pessoas, o comércio a retalho e oficinas automóveis, 24.522 firmas, com 240.099 trabalhadores e o alojamento e restauração, com 25.055 empresas e com 232.129 trabalhadores.

O desconfinamento terá trazido ja alguns trabalhadores aos seus postos de trabalho aguardando-se informação concreta da situação atual 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.