Home Globalização Kim Jong-un morreu, não morreu …os segredos de polichinelo imperiais …!

Kim Jong-un morreu, não morreu …os segredos de polichinelo imperiais …!

por Nardia M

Estas crises imperiais asiáticas sempre foram assim ditador morto não quer dizer ditador posto pois tal como “chapéus há muitos” candidatos idem..e parece que se vive algo assim na Coreia do Norte.

Daí que se esteja a noticiar até que a RPChina terá enviado uma equipa ( de observação?) à Coreia do Norte, com médicos “olheiros” e seniors políticos para  assessorar quer sobre Kim Jong-un quer sobre o futuro norte coreano e talvez tentar obter informações sobre o líder coreano, que há uma semana que gera suspeitas sobre o seu estado de saúde, segundo a Reuters.

O que se sabe é que há um comboio dizem que meio de locomoção do líder norte-coreano Kim Jong Un estacionado num dos locais onde ele vive quando na costa leste do país desde a semana passada, conforme imagens de satélite, enquanto que cresceram as especulações sobre sua saúde resultantes em parte, de um longo período fora visão do público

Estas fotos de satélite divulgadas pelo 38 North, em nada são explícitas quanto aos possíveis problemas de saúde de Kim, e relatam somente o que a contrainteligência do governo sul-coreano se limita a dizer que Kim está  fora da capital, Pyongyang não havendo sinais incomuns que possam indicar quaisquer problemas de saúde para Kim.

Estes rumores sobre a saúde de Kim surgiram na verdade desde que ele não compareceu a uma comemoração a 15 de abril do 108º aniversário de seu avô, fundador da Coréia do Norte Kim Il Sung o que é realmente para a cultural dominante local sinal de algo se passa pois essa data é equivalente ao 5 de outubro em Portugal ou ao 13 de maio em Fátima para os catolicos 

A saúde de Kim é obviamente fator de instabilidade num país onde a doença grave ou a morte de um líder venerado com paixão quase divina por milhões de cidadãos  pode causar elevada  instabilidade num país empobrecido mas com armas nucleares.

No entanto não poucos especialistas sobre este país recordam  que a Coreia do Norte não enfrentará um crise séria imediata mesmo que Kim esteja a morrer porque outra pessoa da família hoje imperial como sua influente irmã Kim Yo Jong pode assumir rapidamente, a liderança embora a perspectiva para o futuro político de longo prazo do Norte não seja clara.

Entretanto o referido comboio de Kim Jong Un está estacionado na Estação Ferroviária de Liderança, no complexo de Wonsan desde pelo menos 21 de abril, informou o site 38 North no sábado, 

Mas note-se que “A presença do comboio não prova o paradeiro do líder norte-coreano nem indica nada sobre sua saúde, mas dá peso aos relatos de que Kim está em uma área de elite na costa leste do país”.

A Coreia do Norte mantém  um controle extremamente rígido sobre as informações sobre sua liderança, tornando praticamente impossível para quem está de fora descobrir o que se vive nesses níveis de liderança nacional e vale recordar que quando Kim Jong Il morreu em dezembro de 2011, pouco se soube até que foi noticiado pela mídia estatal da Coreia do Norte dois dias depois e Danny Russel, ex-diretor do Conselho de Segurança Nacional e secretário de Estado assistente para a Ásia e que lidou com a Coreia do Norte no passado, lembrou que sempre  houve muitos rumores sobre Kim, seu pai, Kim Jong Il e seu avô, Kim Il Sung há anos e que a maioria acabou mostrando-se falsos 

O site jornal  Daily NK, de Seul, afirmou no início da semana passada que Kim Jong-un estava somente a recuperar  de uma cirurgia cardiovascular, a 12 de abril, e citou uma fonte anónima da Coreia do Norte.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.