Home Opinião 20 trotinetas mal estacionadas por dia? Vivá multa, abaixo o civismo!

20 trotinetas mal estacionadas por dia? Vivá multa, abaixo o civismo!

por Joffre Justino

Segundo a TSF as multas aplicadas pela Polícia Municipal e pela EMEL já valeram mais de 70 mil euros aos cofres da autarquia.

A trotineta, a bicicleta tudo a valer celeridade na mobilidade ( a par das ubers e equivalentes as tvde) felizmente ( exceto as tvde,,,) a gerir melhor a poluição ambiental e a saúde publica, trouxeram à liça, a urgente necessidade de educação cívica entre lisboetas e ou seus visitantes.

Paizinhos e mãezinhas, que vergonha perante tamanha demonstração de falta de civismo ao nível, é do estado é para estragar em vez de pensar, é nosso!

 Tomaram a cidade de assalto em outubro de 2018, e vieram mostrar o mais que baixo índice de educação cívica a exigir mais que multa, a exigir um plano de formação municipal em educação cívica e felizmente que há menos um ano somente e infelizmente se começou a agir, primeiro pela Polícia Municipal, em abril de 2019, e há quatro meses pela Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa (EMEL).

Segundo o que disseram da CML à TSF, até dezembro de 2019 foram removidos 4686 veículos: 3984 pela Polícia Municipal e 702 pela EMEL, em média 20 trotinetas mal estacionadas por dia e com o valor das contraordenações aplicadas a este tipo de veículos a 15 euros, terão sido  cobrados aos operadores cerca de 70 mil euros em multas por estacionamento indevido.

Num negócio disputado por cinco operadores que gerem mais de 4 mil trotinetas partilhadas, terão sido feitas quase três milhões de viagens e percorridos seis milhões de quilómetros.

Ora, a autarquia “reúne de forma regular com todos os operadores, procurando corrigir o que for necessário, admitindo todas as evoluções necessárias aos instrumentos de regulação ao dispor da CML” e o gabinete do vereador da mobilidade, Miguel Gaspar, diz ainda que “a criação de locais para o estacionamento de velocípedes em Lisboa tem sido uma das preocupações do município e tem contribuído para reduzir o impacto do estacionamento indevido na cidade”.

Pois, mas até da multa nada como à segunda infração multada haver um programa de educação cívica e à terceira proibição de uso com divulgação publica da proibição.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.