Home Activismo Finalmente o Racismo em discussão em Portugal

Finalmente o Racismo em discussão em Portugal

por Editor

É curioso perceber depois do caso Marega, que o tema do “Racismo” passa finalmente a ser tema de conversa de forma pública e expressa e a marcar a agenda política e social, não apenas em Portugal como em outros países que observam atentamente a realidade nacional!

Num país envergonhado, só mesmo o futebol para tornar evidente as injustiças sociais e a necessidade das instituições públicas, judiciais e políticas de trabalharem de forma mais célere e com mais pragmatismo.

É importante que as pessoas se manifestem e se mostrem socialmente se são a favor ou contra o racismo, independentemente de outras situações que muitas vezes se tenta levantar para justificar comportamentos despropositados. É preciso ver se os coelhos saem da toca pois só assim saber-se-á como utilizar a pedagogia infantil adequada para o ensino das regras da boa educação e do respeito ao próximo.

E nesta situação, então o poder político tem a obrigação de atuar pois não se trata de um problema meramente do futebol mas sim de uma sociedade inconsciente, egoísta e xenófoba que carece de novas regras, educação e respeito.

Numa sociedade em que todos pensam que ninguém é racista e onde a prática diz precisamente o contrário, algo vai mal.

Preocupa-me o facto de existirem tantas pessoas a quererem minimizar o problema, só não percebo se, por medo, se por ignorância ou se por maldade.

Pergunto-me de novo, o que os políticos têm a dizer? O que o Governo tenciona fazer? O que anda o ministro do desporto e respetivo secretário de estado a fazer? Mas por Amor de Deus, façam rápido pois os holofotes do mundo inteiro estão neste momento apontados a Portugal!

Obrigado Marega por teres aberto a “Caixa de Pandora”… e por permitires que a reflexão crítica leve a uma maior racionalidade e torne esta sociedade uma sociedade mais justa, mais solidária e mais livre de imbecis e ignorantes!

O envergonhado / hipócrita popularucho do André e Miguel Sousa Tavares
0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.