Home Opinião O Património do IGFSS ?

O Património do IGFSS ?

por Joffre Justino

E então a gesta de Vieira da Silva nao foi abaixo de má somente na gestão das Pessoas do país? 

Foi também na gestão do património? Não dele claro mas dos outros, eu também… 

Pelo menos é o que diz  uma auditoria do Tribunal de Contas (TC) à gestão do património imobiliário da Segurança Social, entre 2016 e 2018.

Ma verdade é o que mostra os procedimentos de alienação de imóveis, por parte do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS), que terão prejudicado os cofres da instituição e impedido o encaixe de vários milhões de euros que entalarão a minha as nossas pensões 

Serão 147 imóveis postos à venda nesse triénio, num total de 41 milhões de euros, com 42% foram vendidos por ajuste direto, pela ordem de entrada das propostas, sem considerar as ofertas de maior valor e o diferencial entre o valor de mercado e o valor de venda dos imóveis nos procedimentos de ajuste direto foi de apenas +1,7%, enquanto nos procedimentos por concurso foi de +12,1% e por venda eletrónica +21,6%.

Só num prédio em Lisboa, com um valor de mercado de 2 milhões e 400 mil euros, a Segurança Social perdeu 700 mil euros devido a um ajuste direto pelo valor de venda imediata sem haver necessidade, para tal.

O relatório segundo a TSF  aponta ainda falhas na avaliação dos imóveis e na divulgação e publicidade das vendas, para além do site da Segurança Social, o que afasta potenciais interessados.

Além disso, o controlo e a cobrança de dívidas e dos contratos de arrendamento em casos de incumprimento é considerado pouco eficaz pois no fim do ano passado, a dívida de rendas era de 3 milhões e 500 mil euros, 96% de cobrança duvidosa.

E portanto brinca-se com o patrimonio dos outros e a situação fica resolvida com um puxão de orelhas? 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.