Home Opinião Francisco sofre mais um ataque da opusdei

Francisco sofre mais um ataque da opusdei

por Joffre Justino

O Vaticano a tentar salvar a face do ataque de Bento XVI a Francisco tenta a via da manipulação do cardeal Sarah sobre Bento XVI à defesa do celibato na Igreja Católica

Assim o dito papa emérito Bento XVI ( quem o manda demitir-se?) assinou enganado um livro em defesa do celibato obrigatório para pressionar o papa Francisco que se prepara para decidir sobre o assunto

GettyImages-967652502_770x433_acf_cropped.jpg

Ora o Papa emérito Bento XVI um confesso opusdeista prometeu calar-se quando renunciou ao papado em 2013, mantendo-se no Vaticano sabe ele ( e Deus) porquê…

Gamma-Rapho via Getty Images

O direitista Le Figaro em ataque a Francisco publicou excertos de um livro assinado por Joseph Ratzinger (Papa emérito Bento XVI) e pelo cardeal guineense Robert Sarah, logo espalhados mundo opusdeista fora ( Portugal inclusive claro) onde os assumem a importância de manter a cátara note-se regra do celibato obrigatório para os padres da Igreja Católica  e guerra aberta nos media o jornal espanhol ABC veio infirmar que o Papa emérito alemão poderá ter sido vítima de uma manipulação e não ter qualquer influência no livro que a se distribuído  ( venda maciça garantida era esse o objetivo) na próxima semana.

Sarah ( e Ratzinger ?) no livro defendem que “é urgente, necessário, que todos, bispos, sacerdotes e leigos, redescubram um olhar de fé na Igreja e no celibato sacerdotal que protege o seu mistério“ confrontando assim a decisão de  outubro do ano passado, dos líderes católicos reunidos no Sínodo da Amazónia que defenderam que a ordenação sacerdotal de homens casados deverá ser uma das soluções a adotar para combater a escassez de padres católicos naquela região do mundo — o que é visto como um precedente que pode levar a profundas alterações na lei do celibato, imposta pela Igreja Católica há mil anos ( esta igreja terá uns bons dois mil diga-se) e que surge no documento final do Sinodo e  foi submetido à apreciação do Papa Francisco, que deverá tomar uma decisão sobre o assunto ainda na primeira metade deste ano.

Ora gostem ou não os opusdeistas a publicação, com a assinatura de Bento XVI, de de um texto com uma posição sobre o assunto , antecipando-se s Francisco é uma ingerência nas decisões do seu sucessor e uma quebra do compromisso feito pelo alemão quando renunciou à liderança da Igreja Católica em 2013 onde prometeu manter-se em silêncio e obedecer ao novo Papa. 

Por tal e fortemente entalado o Vaticano entrou no debate  acentuando que o Papa emérito mantém obediência ao Papa Francisco e um correspondente no Vaticano e

a citar fontes próximas do Papa emérito Bento XVI, escreveu para o jornal espanhol ABC afirmando que o alemão não teve nenhum papel na escrita do livro, apresentado como tendo sido feito a quatro mãos o que poe em causa como mentiroso e manipulador o cardeal opusdeista Sarah!

Robert Sarah, prefeito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, ou seja, o responsável pelas questões litúrgicas da Igreja Católica, isto é um cardeal de peso terá pedido a Bento XVI para ver o texto, pedido a que o alemão acedeu e nada mais! 

Mas goste o Vaticano ou não este cardeal Robert Sarah, é uma das mais influentes vozes opusdeistas deu ainda por cima uma entrevista ao Le Figaro, em que acentuava a  “crise impressionante” na Igreja Católica e sublinhou que o livro era um “grito de amor para a Igreja, o Papa, os padres e todos os cristãos”.

Mas verdade seja dita Bento XVI fez aprovar em 2009 a Anglicanorum Coetibus, um documento que permite aos sacerdotes anglicanos casados que se converterem à Igreja Católica a possibilidade de manterem as suas famílias! 

Enfim, mudar é difícil até na igreja católica! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.