Home Cidadania DIA INTERNACIONAL DA TOLERÂNCIA (16/11)

DIA INTERNACIONAL DA TOLERÂNCIA (16/11)

por Teresa Pedro

O mundo necessita hoje de parcerias que demonstrem respeito e equidade entre nações em toda a parte. Também precisamos de instituições internacionais que atendam, equitativamente, às carências das nações. (1)

Nelson Mandela

ORIGEM E COMEMORAÇÕES

O dia 16 de novembro, corresponde à data estabelecida pela Assembleia Geral da ONU em 1996 com o objetivo de promover o entendimento mútuo, a partir da sua  Declaração de Princípios sobre Tolerância adotada no mesmo dia em 1995 pelos Estados-membros da UNESCO. (2)

As celebrações deste dia incentivam o respeito pela diversidade cultural, de crenças e tradições do(s) outro(s), incidindo na necessidade de que sejam compreendidos os riscos da intolerância.

A Declaração é clara ao mencionar que a tolerância deve ser entendida como um dever moral, tal como um requisito político e legal para indivíduos, grupos e Estados.

A Declaração afirma que tolerância não é indulgência nem indiferença e sugere o respeito e a apreciação da rica variedade das culturas do mundo e formas de expressão.

Nesse sentido, a ONU reitera que está comprometida com o fortalecimento da tolerância, promovendo o entendimento entre culturas e povos, tarefa esta que urge se mantenha num mundo que vive com múltiplos e crescentes extremismos, violência e conflitos cada vez mais amplos, caracterizados por um desrespeito fundamental à vida e humana.

Eis pois uma promessa que consta da Carta das Nações Unidas (3) e da Declaração Universal dos Direitos Humanos (4), destacando a tolerância no cumprimento dos direitos humanos universais e das liberdades fundamentais uma vez que as pessoas são naturalmente diversas e que somente a tolerância pode garantir a sobrevivência de comunidades mistas em todas as regiões do globo.

Neste 16 de novembro, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura), representada pela sua  diretora-geral, Audrey Azoulay, nas suas declarações é enfatizada a mensagem de que num mundo marcado por extremismos crescentes, fanatismos e ódio a tolerância nunca foi uma virtude mais vital,  é um “(…) estado de mente, uma consciência e uma exigência.

(…) perceber que a diversidade cultural é uma forma de riqueza, não um fator de divisão (…) é perceber que cada cultura, além das diferenças imediatas ou aparentes, é parte integrante da universalidade e fala a linguagem comum da humanidade.

diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay

TOLERÂNCIA

Importa pensar um pouco sobre o que os dicionários  consideram e como definem a palavra tolerância, para que  desse modo  se reconheça o quão pertinente se revela esta efeméride.

Tolerância, significa:

  • “Condescendência ou indulgência (5) para com aquilo que não se quer ou não se pode impedir”; (6)
  • “Ato ou efeito de tolerar, de admitir sem reação agressiva ou defensiva; (6)
  • “Atitude que consiste em deixar aos outros a liberdade de exprimirem opiniões divergentes e de atuarem em conformidade com tais opiniões”;
  • “Aceitação”;
  • “Disposição ou tendência para perdoar erros ou falhas”;
  • “Autorização, permissão, licença.” (7)

(…) uma virtude que torna a paz possível.

ex-secretário geral da ONU, Kofi Annan

COMO AGIR

Perante a consciencialização do que realmente significa a palavra tolerância, eventualmente apreendida de modo não tão claro como o exposto, impõe-se uma análise global quer deste valor, quer ainda da imperiosa atitude perante o mundo, a diversidade individual e global, em suma, perante a capacidade de de olhar o outro como alguém que faz parte do engrandecimento de toda a Humanidade, exatamente pela diversidade que confere, sem o foco exclusivo no “eu”.

Cada indivíduo, deverá contribuir observando atenta e serenamente a diversidade num fraterno e crítico olhar dialogante entre o “eu” e o “outro”, derrubando muros, construindo pontes.

Cabe às Nações e aos decisores, aplicar as propostas da UNESCO para garantir a tolerância no mundo conturbado que ora vivenciamos, a saber:

Lei, educação, acesso à informação, consciência individual e soluções locais.

Eis o desafio em jeito de modelo e legado para as gerações viventes e vindouras, porque… sem tolerância não há Paz.

Link do Dia Internacional da Tolerância (Museu do Holocausto de Curitiba – Brasil)

Teresa Pedro

_______

Notas:

(1): Mensagem gravada de Aceitação do Doutoramento Honoris Causa, Michigan State University, 29 de abril de 2008;

(2 ): A título de curiosidade, no dia 16 de novembro é também le3mbrado o nascimento da UNESCO, em 1945;

(3): Em 2018 decorreu a comemoração dos seus 40 anos;

(4): Em 2018 decorreu a comemoração dos seus 70 anos;

(5): Citação igual nos dois dicionários consultados (vide notas 6 e 7);

(6): Dicionário Priberam online;

(7): Dicionário Infopédia de Língua Portuguesa da Porto Editora.

Foto de destaque: Thomas Hawk on VisualHunt.com / CC BY-NC

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.