Home Economia Marcelo diz “Não temos medo do futuro, somos imparáveis.”, e agradece à Web Summit… Como Pode Fazê-lo?

Marcelo diz “Não temos medo do futuro, somos imparáveis.”, e agradece à Web Summit… Como Pode Fazê-lo?

por Joffre Justino

O ator que insiste em ser o principal, desta narrativa politica que se chama Portugal, o Presidente da República foi à Websummit e no palco central desta sequência de sessões de marketing sobre as novas tecnologias deixou uma mensagem errada, tão errada quanto a deixada pelo anterior PR das direitas sobre o BES antes dele estourar, o também “professor” Cavaco Silva, deixando milhares de portugueses emigrantes sem as suas poupanças de dezenas de anos de trabalho! 

Enquanto o fundador da Web Summit agradecia  a todos os envolvidos, em especial “à cidade de Lisboa e a Portugal”, antes de o Presidente da República ter subido ao palco para o abraçar, Marcelo Rebelo de Sousa entrou definitivamente no ridículo, “Lisboa tornou-se numa peça-chave da revolução digital e tecnológica.”

Não, não, Lisboa está somente transformada num palco de promoção dessas mutações tecnológicas não sendo em nada uma peça chave de nenhuma revolução pois a revolução tecnológica acontece onde se constroem os materiais e não onde os mesmos são promovidos.

Basta recordarmos a I globalização que Portugal dominou tecnologicamente para percebermos a diferença domínio que só perdeu dadas as circunstâncias inerentes a uma liderança irresponsável avançando para riscos inúteis agravados a seguir com a armada destruída nas guerras hispano britânicas e encerrando com o terramoto de 1755 

Saindo claramente em defesa do pior ministro de Antonio Costa o do Ambiente veio dizer que  “Muitos disseram que não existiam problemas climáticos. Eles negaram a realidade, nós antecipamo-la”, celebrou o Presidente da República. “Estamos a abordar, com grande antecedência, os assuntos-chave do nosso futuro.”, quando Portugal com o passospórtismo e este ministro do Ambiente simplesmente nem atras foi da guerra pró clima limitando-se a ir arrastando os pés atras dos Acordos de Paris e dos seus preparativos 

Segundo MRSousa a privacidade é um dos temas do momento no mundo digital, e mais, “Discutimo-la sem medo de controlo ou influências”, afirmou  Marcelo Rebelo de Sousa, antes de reconhecer a necessidade de reconhecer a necessidade de criar “instituições internacionais e regras mais fortes”, o que arrancou aplausos do público e avançou para o tema dos infoexcluidos dizendo, “Não devemos deixar ninguém para trás, nenhuma região do globo, nenhum país, nenhuma parte da sociedade. Todos temos de nos juntar. Em 2016 falei de uma revolução silenciosa. Ela já não é silenciosa, é agora ruidosa no sentido em que tem a mente aberta e decidida”, e mais, “Portugal e o mundo estão a mudar com a Web Summit. Não temos medo de falar de todos os problemas, democrática e livremente. Esse é o caminho para o futuro, pelo menos até 2028, em Lisboa”, recordou Marcelo Rebelo de Sousa não se entendendo porque se mantem calado na questão da gestão das águas.

E termina dizendo algo de grave por ser prova de total irresponsabilidade, “Não temos medo do futuro, somos imparáveis.”, pois o futuro é altamente inseguro precisamente por causa da crise climática que se agrava desde os dramas gerados por Reagan e Brejnev e o sequente neo liberalismo à solta a seguir ao saudavel e humanitário suicidio da URSS como por causa da explosão tecnologica totalmente desregulada apesar de tentativas vivenciadas como uma conferência internacional ainda em 1985 da OIT sobre a implantação dos computadores onde se definiram regras rapidamente desaparecidas ao mesmo tempo que se assistia à explosão de “exércitos privados” à solta que assassinaram milhões de africanos, com o protesto de muito poucos.

Na verdade e sem resposta alternativa perderam-se dezenas de milhões de postos de trabalho, concentrou-se como nunca a riqueza e nasceram brutais conflitos locais que continuam a toda a hora 

Não temos medo do futuro?  

Só um irresponsável o diz! 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.