Home América Latina Caso Lula, em Justiça há “objetos de desejo” ou há factos s serem confirmados?