Home Opinião Retrato da Abstenção Jovem

Retrato da Abstenção Jovem

por Mafalda Gomes

6 de Outubro de 2019 – o dia das eleições legislativas está há muito tempo na agenda mediática e política. Os debates entre os candidatos, as campanhas, os cartazes, os panfletos, invadiram a esfera pública, quase sem mencionarem o fantasma “abstenção”.

Em Portugal os números da abstenção, dependendo das eleições, rondam muitas vezes os 50%. As perspectivas sobre estes números, que parecem (tendencialmente) aumentar são múltiplas e complexas.

Muitas vezes relaciona-se a participação política dos jovens, que continuam a recusar os parâmetros da política formal, com o elevado grau de abstenção. Apesar do comportamento eleitoral da juventude ser mais reduzido, age em conformidade com os dados do resto da população portuguesa.

As perguntas permanecem: porque é que os jovens não votam? Qual é a mensagem política da abstenção? Política “para eles”, é o mesmo que para “nós”?

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.