Home Educação e Formação O importante é que ajuda Pessoas, ajudando-se, e ajudando-nos

O importante é que ajuda Pessoas, ajudando-se, e ajudando-nos

por Joffre Justino

O importante é que ajuda Pessoas ajudando-se e ajudando-nos 

Sou mesmo de fora de todas as igrejas e de todas as religiões sendo, como Maçon crente numa espiritualidade que não é um Deus de fora e por cima de nós mas a energia onde nos inserimos energia que também somos 

Não me é importante defender a todo o custo que Jesus Cristo é Deus incarnado Pessoa para nos libertar do pecado original o que é mesmo importante é que gerou um modus vivendi centrado no amar os outros como a nós mesmos que só por si deveria incentivar e não impedir a distribuição da riqueza e não a concentração da mesma que ele alias repudia e nos ensina tal quando diz que é mais fácil um camelo passar por um buraco de uma agulha que um rico chegar ao reino dos céus 

Por isso o que conta acho eu é olhar para os bons exemplos e promovê-los e vejamos este caso de um sacerdote que escreveu na sua conta no Twitter: “Isso é o que não sai na imprensa… impressionante o trabalho deste sacerdote, cuidando e recolhendo crianças dos lixões de Manila. Por favor, me ajudem com RT (retweetando este post) para que ele seja conhecido, amigos? Muito obrigado”.

Assim o padre Patxi viajou a Manila, Filipinas, e documentou o trabalho do Padre Francês Mathieu Dauchez, que dirige a fundação ANAK-Tnk, que ajuda as crianças mais desfavorecidas da região.

É um projeto com 30 centros nas Filipinas para dar teto e comida aos mais pobres e o Padre Mathieu e seus colaboradores recolhem ainda crianças abandonadas nas ruas e meninas que se prostituem em Manila. 

Muitos deles vivem em lixões e é claro que a maioria termine nas drogas ou na delinquência e neste duro contexto a ANAK-Tnk tenta ajudá-los procurando dar-lhes a a dignidade de filhos de Deus que o padre Mathieu acredita que têm, e católico que é, a oração está sempre presente na sua atividade ao ponto de em alguns momentos da semana levar uma imagem católica ao lixão e conduzir aí um momento de Adoração que nao sendo do nosso interesse gera sem duvida motivação para lutar, viver e amar. 

Este sacerdote trabalha já com 196 membros a tempo integral e 95 voluntários, estrangeiros e locais que ajudam em alguns momentos do ano.

Anak significa “filho” e “tnk” são as siglas de “Tulay Ng Kabataan”, que em Tagalo (a língua mais falada nas Filipinas) significa “uma ponte para a infância”.

Há muitos exemplos assim espalhados mundo fora que deveriam motivar-nos com ou sem crenças religiosas para o dar e receber e este velho de 2019 anos ( mais ou menos) amar os outros como a nós mesmos acreditando ou não no amar a Deus acima de todas as coisas 

Mais que nunca neste tempo em que um dos muito muito poucos até acha natural auferir 600 euros por hora, quando centenas de milhar auferem esses mesmos 600 euros, mas por mês ha que demonstrar pelo exemplo e pela prática que a Terra e as Pessoas não suportam este concentrar e delapidar de Recursos 

Ha pois que travar o anárquico crescimento económico e acelerar exponencialmente a distribuição de Recursos e Riqueza antes que atinjamos o suicídio coletivo 

O capitalismo de estado reconheceu em 1989 que fracassara e suicidou-se, valendo a pena incentivar o capitalismo privatista a fazer o mesmo porque a solução é mesmo a economia solidária amando assim os outros como a nós mesmos na atividade produtiva e distributiva 

Onde está a luta de classes? 

Mas onde pode estar senão nessa bela frase amarmos os outros como a nos mesmos, pois nao ha amor sem luta nem luta que mereça ser vivida sem amor 

Joffre Justino 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.