Home Artes Direito à HAbitAcção

Direito à HAbitAcção

por Mafalda Gomes

O ‘Festival HAbitAcção’ começou no início de Setembro, e termina com uma concentração na Av. Da liberdade no dia 29. Este festival pretende repensar o espaço da cidade através dos constrangimentos da habitação, do mercado laboral, e do neo-liberalismo – com debates, filmes, concertos e exposições. 

São muitos os espaços da cidade que acolhem o ‘Festival HAbitAcção’. Ontem a inauguração da exposição “Retrato de cidade com AirBnB em pano de fundo”, foi no Sirigaita, um espaço associativo que promove a cultura e o activismo. 

A exposição reúne trabalhos de Miguel Ângelo Santarém, Madre Teresa de Calcutá, Margarida Meneses, Madalena Fragoso, Sílvia Luz A Carteirista, Maria João Neves, Xavier Almeida, Aimée Pedezert e desenhos de crianças realizados num projecto da Associação Renovar a Mouraria. 

A condição das habitações, a mercantilização da cidade, o preço das rendas, foram alguns dos temas desta exposição. Há fotografias, pinturas, instalações artísticas, relatos de pessoas despejadas, composições de notícias sobre o arrendamento, retratos dos negócios da cidade… 

Lisboa está à venda, mas também está atenta. Desde que a gentrificação se intensificou, os movimentos contra a especulação imobiliária continuam a responder com mobilização permanente.

Pode ler-se no manifesto da Acção pela Habitação: “Em setembro saímos à rua, ocupamos o espaço público, construímos redes de solidariedade e criamos movimento. Queremos viver nos nossos bairros: exigimos o fim dos despejos e unimo-nos por uma cidade mais justa. Desafiamos o sistema capitalista, que destrói o nosso planeta e nos expulsa dos espaços que habitamos. As nossas vidas são mais importantes do que o lucro.”

Ainda há actividades programadas até ao dia 29 de Setembro, o dia da concentração pelo direito à HAbitAcção.

Mafalda Gomes

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.