Home Internacional De novo a guerra entre islâmicos

De novo a guerra entre islâmicos

por Joffre Justino

Depois da noticia que deixámos onde assumimos que a guerra sauditas e aliados do Irão era evidente com os sauditas a asnearem por exemplo no Iémen agora vemos o Irão a rejeitar neste domingo,,15, as acusações dos Estados Unidos de que está por trás do bombardeio de drones no sábado contra instalações petrolíferas da Arábia Saudita e atenção alertou que as bases e porta-aviões norte-americanas na região estavam ao alcance de seus mísseis.

O grupo Houthi, do Iêmen, em resposta à violência anti Iémen  assumiu a responsabilidade pelos ataques de sábado que destruíram mais da metade da produção de petróleo saudita, ou mais de 5 por cento da oferta global, mas o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que o ataque foi obra do Irão, um aliado Houthi num cenário perigoso de tensão militar.

Os ataques com drones em instalações no coração da indústria petrolífera da Arábia Saudita, na maior unidade de processamento de petróleo do mundo, farão elevar os preços da commodity em 5 a 10 dólares por barril na segunda-feira, acompanhando  a tensão no Oriente Médio.

Entretanto o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irão, Abbas Mousavi, falando na TV estatal, considerou a acusação dos EUA “sem sentido” e um comandante da Guarda Revolucionária,  Amirali Hajizadeh, advertiu que a República Islâmica está pronta para uma guerra “de pleno direito”, sendo que “Todos devem saber que todas as bases americanas e seus porta-aviões a uma distância de até 2.000 quilômetros ao redor do Irã estão dentro do alcance de nossos mísseis”, segundo a agência de notícias semi-oficial Tasnim.

Já a gigante petrolífera estatal Saudi Aramco informou que o ataque reduziu a produção em 5,7 milhões de barris por dia, no momento em que a Aramco  se preparava para o que se espera ser a maior venda de ações do mundo estando agora claro fim de Festa! 

Mais um foco de crise global nestes ano do desastre trumpista 

Joffre Justino

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.