Home América Latina A crise argentina e a derrota direitista no parlamento

A crise argentina e a derrota direitista no parlamento

por Joffre Justino

A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou nesta quinta-feira, 12, um projeto de lei de emergência alimentar para vigorar até o ano de 2022. Foram 222 votos favoráveis e uma abstenção.   

A iniciativa defende o ampliar-se as dotações orçamentais para restaurantes comunitários sendo certo que para se obter a aprovação de mais recursos, ainda será necessária a aprovação pelo Senado deste projeto de lei que foi apresentado na última segunda-feira por vários setores da oposição argentina. 

Acentue-se que enquanto aconteciam  os debates na sessão especial do Congreso nacional, largas centenas de manifestantes aguardavam à volta do edifício do Congresso a decisão dos parlamentares e à frente do Ministério do Desenvolvimento, as organizações sociais mantiveram-se acampadas durante mais de 20 horas como meio de pressionar a aprovação do projeto entre a repressão pela polícia.  

Daniel Arroyo, um dos autores do projeto e membro da coligação que aoia o candidato da centro-esquerda à presidência da República, Alberto Fernández, favorito para as eleições de 27 de outubro, disse que o objetivo do projeto é enfrentar o problema da fome, da desnutrição e da forte queda do nível de rendimentos da população argentina 

Nardia M 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.