Home Ambiente Fukushima leva-nos a lembrar Almaraz !

Fukushima leva-nos a lembrar Almaraz !

por Nardia M

O acidente nuclear de Fukushima Daiichi foi um desastre nuclear ocorrido na Central Nuclear de Fukushima I em 11 de março de 2011, em consequência do derretimento de três dos seis reatores nucleares da central com a falha a acontecer  quando a mesma foi atingida por um tsunami provocado por um maremoto de magnitude 8,7

Atualmente ha quem defenda que o operador da central nuclear japonesa de Fukushima possa despejar e diluir cerca de um milhão de toneladas de água contaminada no oceano Pacífico, como refere o The Guardian e convém não esquecer que o ministro japonês do Ambiente, Yoshiaki Harada, disse mesmo que “a única opção vai ser drená-la para o mar e depois diluí-la” ainda que “o Governo estar ainda a discutir esta situação”, de acordo com o ministro, tudo indica que infelizmente esta solução parece mesmo estar a ganhar força.

Recorde-se que a água contaminada tem sido armazenada dentro da central nuclear desde março de 2011, quando foi atingida por um terramoto de magnitude 8.7 na escala de Richter e o consequente tsunami. 

Esta opção, se acontecer, poderá pôr em risco o oceano e, consequentemente, a vida de milhões de peixes e por tal a atividade piscatória do país, já mostrou a sua preocupação como o fez a vizinha Coreia do Sul que receia com o possível impacto que esta medida poderá ter no marisco.

A Tokyo Electric Power, Tepco, a empresa distribuidora de energia, tem tentado controlar a acumulação de água dentro da central já desativada, ao tentar remover os núcleos que estão a ficar rodeados de excesso de água, mas a tecnologia existente não permite retirar os átomos radioativos na mesma água.

Um estudo recente de Hiroshi Miyano, da sociedade de energia atómica do Japão e que dirige um grupo que estuda a central de Fukushima, disse que o processo de diluição da água no oceano para que os níveis máximos de radioatividade não sejam ultrapassados, pode levar 17 anos.   

Há seis anos, durante a apresentação da candidatura do Japão para a realização dos Jogos Olímpicos, o presidente do país, Shinzo Abe, assegurou a comunidade internacional que a situação estava “controlada”, o que como se vê não aconteceu e nos leva a perguntar o que faz o governo portugues face à central de Almaraz uma central de risco mais que elevado dada a idade! 

Falar de clima e de gestão das águas esquecendo Almaraz é um escândalo! 

Nardia M.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.