Home Internacional Trump com talibãs e líderes afegãos

Trump com talibãs e líderes afegãos

por Antonio Sousa

Ao fim e ao cabo Trump negoceia com todo o mundo, dos “comunistas” monarquistas da Coreia do Norte ao talibãs e, entalado que foi num desses processos teve de cancelar uma reunião depois dos talibãs terem reivindicado um atentado que vitimou 11 pessoas em Cabul.

Na verdade os EUA desenvolvem há já um ano negociações de paz com os talibãs e as autoridades de Cabul, que pretendem terminar com 18 anos de guerra no Afeganistão.

Trump ia reunir-se hoje, domingo, em Camp David, separadamente e em segredo, com o Presidente afegão Ashraf Ghani e com “os principais dirigentes talibãs”, quando os contactos entre Washington e os representantes dos envolvidos pareciam perspetivar um acordo histórico.

“Anulei imediatamente a reunião”, preciso no Twitter, ao denunciar o atentado de quinta-feira reivindicado pelos talibãs em Cabul e que provocou 11 mortos, incluindo um soldado norte-americano, considerando que, se os talibãs não cumpriram um cessar-fogo durante as negociações, “provavelmente não têm autoridade” para negociar um acordo de paz.

O ataque de quinta-feira ocorreu na semana em que o negociador especial dos Estados Unidos, Zalmay Khalilzad, apresentou ao Governo de Cabul o projeto de acordo com os talibãs, após longos meses de negociações no Qatar.

Antonio Sousa 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.